Siga-nos
Diego Ribas/PxImages

UFC

‘Robocop’ admite que cogitou contestar derrota no UFC, mas minimiza polêmica

Gregory Rodrigues disputou uma verdadeira batalha no UFC Vegas 49 que gerou polêmica. No evento realizado no último sábado (26), o brasileiro enfrentou o estreante Armen Petrosyan pelo peso-médio (84 kg) e, depois de 15 minutos de ação, levou a pior por decisão dividida. No entanto, parte dos fãs classificou ‘Robocop’ como vencedor do duelo e o lutador não fugiu da discussão.

Em suas redes sociais (clique aqui e aqui), ‘Robocop’ admitiu que ficou surpreso com a derrota para Petrosyan e confessou que, depois de ver o braço do adversário levantado pelo árbitro, cogitou reclamar do resultado ainda no octógono. Na luta, o brasileiro não temeu a trocação do oponente, o abalou em duas oportunidades e quase conseguiu finalizá-lo, ou seja, protagonizou os momentos mais agudos do combate. Contudo, dois dos três juízes laterais apontaram o armênio como superior. Apesar de estar chateado com o duro revés, seu primeiro no UFC, Gregory garante que vai voltar motivado e melhor preparado para provar seu valor na companhia.

“VOCÊ ESTÁ CRESCENDO! Foi o que Deus falou para mim quando eu quis reclamar do resultado. Com certeza, não é o resultado que eu gostaria, mas isso é um jogo e a melhor estratégia vence. Na vida é assim, precisamos lidar com as frustrações, mas isso não diz quem somos e isso não pode nos parar. Esse é o Gregory! Imparável, incansável! Que errou hoje, mas amanhã tem uma nova oportunidade para fazer melhor. Obrigado meu Deus por me ensinar em todas as situações. Obrigado a todos que torceram por mim! Ontem foi uma verdadeira guerra! Não estou feliz com o resultado, mas sei quem controla minha vida. JESUS! Obrigado por todos os meus companheiros de equipe na Sanford MMA, todos os meus treinadores! Voltaremos mais fortes do que nunca!”, escreveu o lutador em sua conta oficial no ‘Instagram’.

No UFC Vegas 49, Gregory Rodrigues, de 30 anos, perdeu sua invencibilidade na companhia. ‘Robocop’ estreou pela maior organização de MMA do mundo na temporada 2021 e venceu Dusko Todorovic e Jun Yong Park, mas, na sequência, Armen Petrosyan colocou um ponto final em sua ascensão no peso-médio. No esporte desde 2014, o brasileiro construiu um cartel composto por 11 triunfos, nove deles pela via rápida, e quatro derrotas.

Mais em UFC