Siga-nos
Diego Ribas/ PXImages

UFC

Deiveson Figueiredo finaliza no 1º round e mantém cinturão do UFC

Estrela principal da noite deste sábado (21), no card do UFC 255, Deiveson Figueiredo cumpriu a missão de defender pela primeira vez seu cinturão dos pesos-moscas (57 kg). Diante do desafiante Alex Perez, número quatro do ranking, o brasileiro precisou de menos de dois minutos para finalizar com uma guilhotina e dar início ao seu legado como campeão absoluto no evento.

Com a guarda baixa no início, Deiveson apostou nos golpes contundentes, principalmente na linha de cintura para minar o adversário. Perez, por sua vez, buscou clinchar, o que abriu caminho para que o jiu-jitsu afiado do campeão entrasse em ação. Depois de uma tentativa de chave de calcanhar, o brasileiro rapidamente puxou para a guarda e estrangulou.

Ao manter seu cinturão em Las Vegas (EUA), Deiveson, que anotou o terceiro triunfo na temporada 2020, ampliou seu cartel para 20 vitórias e uma derrota. Curiosamente, o único algoz de sua carreira, Jussier ‘Formiga’, foi demitido recentemente do evento.

A julgar pelo ranking da organização, o nome do mexicano Brandon Morano, número um da lista que venceu Bradon Royval no mesmo show, surge como favorito. No entanto, o próprio campeão adiantou, mesmo antes da luta, que tem dois ex-campeões em sua mira: Cody Garbrandt e Henry Cejudo.

Acompanhe os resultado do card preliminar do UFC 255:

Deiveson Figueiredo finalizou Alex Perez no 1º round;
Valentina Shevchenko venceu Jennifer Maia por decisão unânime;
Tim Means venceu Mike Perry por decisão unânime;
Katlyn Chookagian venceu Cynthia Calvillo por decisão unânime;
Paul Craig nocauteou Maurício ‘Shogun’ no 2º round;
Brandon Moreno nocauteou Brandon Royval no 1º round;
Joaquin Buckley nocauteou Jordan Wright no 2º round;
Antonina Shevchenko nocauteou Ariane Lipski no 2º round;
Nicolas Dalby venceu Daniel Rodriguez por decisão unânime;
Alan Jouban venceu Jared Gooden por decisão unânime;
Kyle Daukaus venceu Dustin Stoltzfus por decisão unânime;
Sasha Palatnikov nocauteou Louis Cosce no 3º round.

Mais em UFC