Siga-nos
Louis Grasse/PxImages

UFC

Dana revela dúvida interna no UFC e coloca troca de divisão nas mãos de Chimaev

A grave falha na balança cometida por Khamzat Chimaev no UFC 279 deixou a organização com um problema sério nas mãos. Os mais de três quilos acima do limite de peso exigido pela divisão dos meio-médios (77 kg) com os quais o russo se apresentou na pesagem oficial do evento, e que obrigaram o Ultimate a reconfigurar boa parte do card principal do show, colocaram em xeque a continuidade de ‘Borz’ na categoria, como o próprio presidente da franquia, Dana White, admite.

Na coletiva de imprensa pós-Contender Series, na terça-feira (27), Dana revelou que o assunto virou tema de debate acalorado na mais recente reunião dos dirigentes responsáveis por casar os combates do Ultimate. Para o mandatário da entidade, no entanto, a decisão sobre uma subida para a categoria dos médios (84 kg) teria que partir do próprio lutador russo naturalizado sueco, indo de encontro ao que o próprio havia sugerido após a confusão causada por Chimaev no UFC 279, no início deste mês.

“Tem, obviamente, a 170 (libras/77 kg) e 185 libras (84 kg). Teve uma grande briga hoje na (reunião de) matchmaking em relação a se ele poderia bater 77 kg, se nós deveríamos deixá-lo bater 77 kg novamente. Essas são todas as coisas que nós estamos considerando neste momento”, declarou Dana, antes de expor sua opinião sobre o tema.

“Eu estou no meio. Eu estou do lado de: ‘O que ele quer fazer?’ Onde ele quer estar e o que ele quer fazer? Ele quer bater 77 (kg) e lutar pelo título até 77, ou ele quer ir para o 84 (kg) e buscar o título lá? Esse foi o grande debate que nós tivemos hoje na reunião de matchmaking. Um cara disse uma coisa, outro disse outra coisa. E depois eu disse: ‘O que ele realmente quer?’. Alguém fale com ele e descubra o que ele realmente quer fazer, e vamos resolver isso e marcar uma luta”, concluiu o presidente do UFC.

Escalado para encarar Nate Diaz na luta principal do UFC 279, no dia 10 de setembro, Khamzat Chimaev surgiu cerca de 3,5 kg acima do limite da divisão dos meio-médios na pesagem oficial do evento, realizada na véspera. Por conta da grave falha na balança do russo, a organização precisou remanejar as três lutas principais, rebaixando ‘Borz’ para o co-main event contra Kevin Holland, combate vencido pelo invicto lutador.

Passado algum tempo da confusão, Chimaev – que segue posicionado no terceiro lugar do ranking dos meio-médios do UFC – indicou, em publicação nas suas redes sociais, que poderia subir de categoria. Resta saber se a mudança seria apenas para seu próximo compromisso ou se seria definitiva para seu futuro na organização.

Mais em UFC