Siga-nos
Diego Ribas/PxImages

Notícias

Presidente do UFC culpa pandemia por negociações frustradas com Mayweather

Em novembro de 2019, um encontro casual durante uma partida de basquete da NBA deu início às conversas entre Floyd Mayweather e Dana White visando uma nova parceria promocional, que traria a lenda do boxe de volta aos ringues, provavelmente contra uma estrela do UFC, em 2020. Porém, a chegada da pandemia do novo coronavírus atrapalhou as negociações e, ao que tudo indica, o acordo que antes parecia próximo, agora se encontra longe do final feliz.

Em entrevista à ‘ESPN’ americana, o presidente do UFC admitiu que o caos vivido pelo mundo durante a pandemia afastou o acerto entre a organização e o ex-campeão mundial de boxe. Ainda de acordo com o dirigente, todo o seu foco atualmente está na condução da franquia, indicando que a ideia de trabalhar em conjunto com Mayweather pode ter ficado para trás.

“O mundo implodiu depois que nós conversamos sobre fazer algumas coisas juntos. Eu estou apenas focado em gerenciar o meu negócio neste momento”, declarou Dana White.

Floyd Mayweather e UFC já trabalharam em conjunto anteriormente. Em 2017, a lenda do boxe mediu forças com Conor McGregor, principal estrela do Ultimate, em um evento que gerou lucro milionário para ambas as partes.

Vale lembrar que a pandemia obrigou o UFC a interromper suas atividades entre os meses de março e maio do ano passado. Na retomada dos eventos ao vivo, a entidade ainda precisou se adaptar ao ‘novo normal’, promovendo shows sem a presença de público e seguindo rígidos protocolos de segurança, a fim de evitar a propagação da COVID-19 entre seus funcionários e atletas.

Por sua vez, Floyd Mayweather também deixou de lado seus planos de retornar aos ringues em 2020, em parte influenciado possivelmente pela pandemia. O ex-campeão mundial, no entanto, deve encarar o youtuber Logan Paul, em luta de exibição, provavelmente no dia 20 de fevereiro, ainda sem local definido.

Mais em Notícias