Siga-nos
Diego Ribas/PxImages

UFC

Dana White garante trégua após momento de crise na relação com McGregor

Ao mesmo tempo que se destaca por ser o porta-voz do UFC, Dana White também é conhecido por ser uma figura pública polêmica, principalmente no trato com seus atletas – tanto que atritos entre o presidente da organização e os lutadores são frequentes. Profissionais do porte de Conor McGregor, Jon Jones e Jorge Masvidal já discutiram com o cartola e as partes demoraram a se acertar. Como o desfecho aparentemente foi positivo, o cartola lembrou o episódio em que se envolveu com o astro irlandês.

Em entrevista à ‘ESPN’ americana, Dana revelou que sua relação com McGregor praticamente se deteriorou após a vitória do ex-campeão do peso-pena (66 kg) e peso leve (70 kg) do UFC sobre Donald Cerrone, em janeiro de 2020. Vale lembrar que, na ocasião, o astro irlandês expressou o interesse em atuar mais vezes na temporada, mencionou o nome de Diego Sanchez como adversário e divulgou suas conversas com o cartola, que não aprovou a atitude e classificou a jogada do atleta como “suja”. O líder da companhia não escondeu que o episódio o abalou, mas informou que a desavença ficou no passado. Dana, inclusive, comemorou o retorno de McGregor à ação e indicou que o momento da dupla é bom tanto no âmbito profissional quanto no pessoal.

“Estávamos em uma situação muito ruim naquela época. Eu estava muito chateado. Não foi porque McGregor expôs mensagens privadas. Estávamos conversando sobre outro lutador e gosto muito de Sanchez. Tenho muito respeito por ele e me importo. Fiquei muito chateado com isso. Conversei com Sanchez cara a cara sobre isso. Sendo o grande ser humano que ele é, ficou tudo bem e então fiquei muito chateado com McGregor. Nós consertamos isso. Conversamos, superamos e estamos em um bom lugar agora. Sempre estive em um bom lugar com todos no que diz respeito aos negócios. Os negócios são bons, mas isso não significa que estamos bem. Estamos em um bom negócio e, pessoalmente, McGregor e eu estamos em um bom lugar agora”, declarou Dana.

Atualmente, Conor McGregor, de 32 anos, se prepara para realizar seu retorno ao octógono. O próximo compromisso do ex-campeão do peso-pena e peso-leve do UFC será a revanche diante de Dustin Poirier, que é o ‘main event’ da edição de número 257, atração que acontece no dia 23 de janeiro, na ‘Ilha da Luta’, em Abu Dhabi. A última atuação do astro irlandês aconteceu em janeiro de 2020, quando precisou de apenas 40 segundos para nocautear Donald Cerrone.

Mais em UFC