Siga-nos
Louis Grasse/PxImages

Notícias

Ponzinibbio defende Messi após ataque de Canelo: “Se quiser lutar, estou pronto”

No último domingo (27), Saúl Álvarez ganhou o noticiário, mas não da forma costumeira, por conta de suas lutas e conquistas no boxe, e sim por iniciar uma polêmica com um dos maiores astros do futebol mundial: Lionel Messi. E, depois de criticar e até ameaçar um dos maiores ídolos nacionais da Argentina, o pugilista virou alvo de um dos lutadores mais populares do país sul-americano da atualidade: Santiago Ponzinibbio.

Conhecido no Brasil popularmente como o ‘Argentino Gente Boa’, o atleta do UFC deixou a alcunha de lado para defender Messi e rebater as críticas de ‘Canelo’. Na ocasião, o boxeador atacou o camisa 10 da Argentina através de suas redes sociais pelo fato do craque deixar a camisa do México no chão do vestiário após o jogo, o que, segundo ele, configura um desrespeito com um símbolo de seu país.

“Fiquei irritado. Não faz sentido ameaçar o Messi. Todo mundo conhece a carreira do Messi. Se (ele) não conhece, não deveria falar nada. É normal os jogadores jogarem a camisa no chão, porque ficam todas suadas, ele não fez nada desrespeitoso. Todos sabem que Messi é um atleta impecável e uma pessoa respeitosa. Fiquei p***. Irmão, se quiser lutar, estou pronto, mas deixe Messi em paz. Se mexe com Messi, mexe com a Argentina inteira. Não o incomode”, declarou, em entrevista ao site ‘MMA Fighting’.

Em má fase na carreira, vindo de duas derrotas consecutivas no Ultimate, Ponzinibbio volta à ação no UFC 282, agendado para o dia 10 de dezembro, em Las Vegas (EUA). O meio-médio (77 kg) argentino mede forças contra o veterano Robbie Lawler.

Mais em Notícias