Siga-nos
Diego Ribas/PxImages

Notícias

Ben Askren acusa Masvidal de fugir de ‘Durinho’: “Luta horrível para ele”

A novela sobre a possível luta entre Jorge Masvidal e Gilbert ‘Durinho’ ganhou um novo capítulo. Depois do brasileiro desafiar ‘Gamebred’ para um duelo no UFC Rio, em janeiro, e receber a negativa do rival, um antigo desafeto do americano surgiu no cenário para acusar o atleta da equipe ‘American Top Team’ de fugir do embate contra o faixa-preta de jiu-jitsu.

Aposentado do MMA desde 2019, Ben Askren segue acompanhando o esporte, especialmente as notícias envolvendo Jorge Masvidal, seu algoz do passado, responsável pela primeira derrota de seu currículo. Ao tomar ciência da situação envolvendo ‘Gamebred’ e ‘Durinho’, o ex-lutador do UFC não perdeu tempo e utilizou suas redes sociais para provocar seu antigo desafeto (veja abaixo ou clique aqui).

Em sua publicação, Askren desmentiu o americano e afirmou categoricamente que o mesmo está, sim, encontrando desculpas para não ter que medir forças com o niteroiense dentro do cage, já que este seria um confronto ruim para ele em termos de estilo. Vale lembrar que, após a insistência de Durinho, Masvidal veio a público negar que tivesse recusado enfrentá-lo e disse que apenas precisava de um prazo maior para o hipotético combate, sugerindo que o embate entre eles acontecesse mais para frente no calendário da temporada 2023.

“Vamos ser honestos. Gilbert (Durinho) é uma luta horrível para Jorge. Obviamente ele está recusando (essa luta)”, disparou Ben Askren.

Jorge Masvidal foi elevado ao status de estrela do UFC justamente após nocautear Ben Askren em 2019. Depois disso, o americano venceu Nate Diaz, em combate válido pelo cinturão simbólico ‘BMF’ (lutador ‘mais durão’), e posteriormente foi derrotado em duas disputas de título contra o então campeão dos meio-médios (77 kg) Kamaru Usman. Na sua mais recente apresentação, Gamebred foi novamente superado, desta vez por outro desafeto, o polêmico Colby Covington, em março deste ano.

Já Gilbert Durinho não luta desde abril, quando foi derrotado por Khamzat Chimaev, em uma batalha ferrenha de 15 minutos. O faixa-preta, desde então, focou suas atenções em uma possível disputa contra Masvidal, mas não teve seu desejo atendido. Agora, o niteroiense busca um adversário para fazer parte do card do UFC 283, que será realizado no Rio de Janeiro (RJ), no dia 21 de janeiro.

Mais em Notícias