Siga-nos
Louis Grasse/PxImages

Notícias

Em busca de rival, ‘Durinho’ aceita proposta de Chimaev para revanche no UFC Rio

Determinado a subir no octógono que será montado na ‘Jeunesse Arena’, no Rio de Janeiro, no dia 21 de janeiro, Gilbert ‘Durinho’ segue em busca de um adversário com quem possa medir forças no UFC 283. Depois do insucesso de sua campanha para atrair Jorge Masvidal para o card, o faixa-preta de jiu-jitsu parece disposto a encarar qualquer um de seus rivais de divisão ranqueados no top 15 dos meio-médios (77 kg), mesmo que a luta em si seja disputada em uma categoria de peso diferente.

Este seria o caso, por exemplo, da sugestão feita por Khamzat Chimaev. Nas redes sociais, o russo se colocou à disposição para enfrentar o brasileiro mais uma vez no octógono do UFC, na edição programada para acontecer no Brasil, mas sugeriu que a revanche acontecesse na divisão dos médios (84 kg). Ao tomar ciência da proposta do rival, ‘Durinho’ – através de sua conta no ‘Twitter’ (clique aqui ou veja abaixo) – aceitou prontamente o desafio.

“Em qualquer peso, Khamzat Chimaev”, respondeu o niteroiense, que competiu durante muitos anos no peso-leve (70 kg) do Ultimate.

Sem lutar desde abril deste ano, quando foi superado exatamente por Khamzat Chimaev, em uma verdadeira batalha de 15 minutos, no UFC 273, Gilbert Burns, o ‘Durinho’, já expressou publicamente sua intenção de voltar a competir na edição que promoverá o retorno da entidade ao Brasil, após um período de quase três anos sem eventos no país por causa da pandemia. O niteroiense, que antes focava suas atenções em Jorge Masvidal como oponente, agora abriu seu leque de opções, chegando a citar diversos potenciais rivais em recentes entrevistas.

Por sua vez, Khamzat Chimaev teve problemas com o corte de peso antes de seu último compromisso no Ultimate, em setembro. Após falhar na balança para bater o peso da divisão dos meio-médios, o russo viu seu adversário à época ser trocado de última hora e colocou em dúvida seu futuro na categoria até 77 kg da organização, onde ocupa a terceira posição no ranking.

Mais em Notícias