Siga-nos

Entrevistas

Volkanovski revela estratégia para derrotar Makhachev em ‘superluta’ no UFC

Antes de se tornar campeão peso-leve (70 kg) do Ultimate, Islam Makhachev já era um dos atletas mais temidos da categoria. Depois de finalizar Charles ‘Do Bronx’ e faturar o cinturão da companhia, a aura de ‘imbatível’ do russo aumentou ainda mais. No entanto, Alexander Volkanovski, rei absoluto entre os pesos-penas (66 kg), garante saber a receita necessária para superar o pupilo de Khabib Nurmagomedov dentro do octógono.

Em entrevista exclusiva à reportagem da Ag Fight, o australiano admitiu as credenciais que Islam detém na luta agarrada, mas projetou que o russo terá dificuldades em aplicar, na prática, seu carro-chefe em um duelo direto. Na opinião de Volkanovski, o fiel da balança da superluta entre os dois será definido na trocação.

“É, obviamente trabalharia bem as defesas de queda. As pessoas acham que é só sobre defesa de quedas, mas vou focar em tudo. Focar em levantar do chão e todo esse tipo de coisa. Meu jogo de pernas vai dificultar as coisas. Ele definitivamente vai querer quedar, porque tornarei as coisas estranhas para ele (em pé). Ele ficará desconfortável na trocação, vai querer quedar desesperadamente, o que torna as coisas mais difíceis. Então acho que minha defesa estará no ponto por conta disso. E me segurar por baixo é algo muito difícil de se fazer, então estou ansioso para ver o quão boa é a trocação dele, porque é por lá que a luta vai ficar”, previu ‘The Great’.

Outro fator bastante debatido pelos fãs e imprensa especializada é a diferença de tamanho entre os campeões peso-pena e peso-leve. Mesmo na sua categoria de origem, Volkanovski já costuma ter que lidar com uma desvantagem de estatura e alcance, que será ainda mais evidente diante de Makhachev. Mas, de acordo com o próprio, sua força bruta pode equilibrar o confronto.

“Sim, ele é grande. Sou razoavelmente pequeno. Mas acredite em mim, peso-por-peso, sou muito, muito forte. Muitas pessoas que treinam comigo pela primeira vez e me olham e pensam: ‘Ah, ele é baixinho’. Em alguns segundos, elas sentem como se eu tivesse 115 kg. Eles ficam surpreendidos logo de cara, até mesmo meus oponentes. Todos me chamaram de pequeno, acharam que era baixinho, mas assim que começamos a nos movimentar, eles já tinham problemas. Assim que eu agarrava eles, eles sentiam a força e pensavam: ‘Ok, esse cara não é um peso-pena normal’”, destacou.

O duelo entre Makhachev e Volkanovski lidera o card do UFC em Perth, na Austrália, agendado para o dia 11 de fevereiro de 2023. Com o cinturão até 70 kg em jogo, Islam busca defender seu reinado pela primeira vez, enquanto ‘The Great’ vai em busca do status de bicampeão simultâneo do Ultimate.

Mais em Entrevistas