Siga-nos
Louis Grasse/PxImages

Entrevistas

Robert Whittaker pede para lutar pelo cinturão dos médios contra Israel Adesanya

Robert Whittaker se destacou no UFC Vegas 24 e consolidou a posição de desafiante número um do peso-médio (84 kg). No evento realizado no último sábado (17), em Las Vegas (EUA), o ex-campeão da categoria confirmou o favoritismo ao dominar Kelvin Gastelum, venceu a terceira luta seguida e se aproximou de Israel Adesanya. Inclusive, ‘The Reaper’ mostrou ter conhecimento do atual cenário da divisão e mirou o nigeriano.

Na coletiva de imprensa pós-UFC Vegas 24, Whittaker aproveitou o grande momento que atravessa na carreira para desafiar Adesanya. De acordo com o ex-campeão do peso-médio, a revanche contra o atual número um da categoria é a única luta que faz sentido. Vale lembrar que o neozelandês está embalado por vencer em sequência Darren Till, Jared Cannonier e Gastelum, ou seja, todos integrantes do top-10 da divisão. Empolgado com o triunfo, Whittaker tratou de projetar um novo encontro contra Adesanya.

O neozelandês mostrou confiança de que, dessa vez, a história vai ser diferente. Em 2019, o nigeriano destronou ‘The Reaper’ via nocaute. Agora, Whittaker expressou o interesse de dar o troco no rival e, apesar de elogiar o algoz, destacou que possui armas para surpreendê-lo em um novo confronto. A imprensa especializada especula que uma delas seja o wrestling, área na qual Jan Blachowicz controlou ‘The Last Stylebender’ e que o próprio Whittaker utilizou contra Gastelum.

“Eu sabia que seria uma luta difícil. A cada golpe que eu dava, Gastelum andava para a frente. Ele é um cara durão. Tiro meu chapéu para ele. É engraçado, depois da vitória, todos estão pedindo uma chance pelo título para mim. Para isso acontecer, é só vencer todos que, eventualmente, estarei no topo. É um caminho simples”, declarou Whittaker, antes de completar.

“Não há outra luta que faça sentido para mim. Essa é a luta que eu quero e estou recebendo. Adesanya é um grande lutador, mas chegou a hora de nos cruzarmos de novo. Ele me bateu na última vez, mas vou trabalhar duro e tenho alguns truques que ele ainda não viu”, concluiu.

Robert Whittaker, de 29 anos, é ex-campeão do peso-médio do UFC e um dos lutadores mais respeitados da categoria tanto por parte dos fãs, quanto pelos demais atletas. O neozelandês ficou conhecido no MMA por sua movimentação, agilidade, pelo condicionamento físico e bom nível na trocação.

No esporte, ‘The Reaper’ disputou 28 lutas, venceu 23 e perdeu cinco vezes. Seus triunfos de maior destaque na modalidade foram diante de Darren Till, Derek Brunson, Jared Cannonier, Kelvin Gastelum, Ronaldo Jacaré, Uriah Hall e Yoel Romero (duaz vezes). Atualmente, Whittaker é dono do primeiro lugar no ranking da divisão.

Mais em Entrevistas