Siga-nos
Louis Grasse/PxImages

UFC

Lutador explica que empurrão de rival na pesagem o impediu de atuar no UFC

Realizado no último sábado (17), em Las Vegas (EUA), o UFC Vegas 24 sofreu uma baixa importante minutos antes de seu início. Escalado para atuar no ‘co-main event’, Drakkar Klose foi impedido de atuar contra Jeremy Stephens e, consequentemente, a luta caiu. De acordo com o atleta, o motivo que levou a organização a tomar tal decisão foi o episódio ocorrido na pesagem, um dia antes do show.

Na ocasião, os atletas se estranharam na encarada e quase iniciaram o combate ali mesmo. O clima hostil era tanto, que Stephens empurrou Klose de forma violenta e foi esse momento que originou o problema. Em suas redes sociais (veja abaixo ou clique aqui), a vítima se pronunciou e explicou que o ataque do rival o abalou a ponto de ser levado para o hospital.

Na sequência, a empresa que cuida da carreira de Klose informou à ‘ESPN americana’ que o profissional sofreu um entorse cervical no pescoço e uma concussão, de acordo com os resultados de uma tomografia computadorizada. Sendo assim, o UFC anunciou que o duelo entre os rivais Klose e Stephens vai ser remarcado.

“Depois que fui empurrado por Stephens na encarada, imediatamente, senti minha mão ficar dormente e meu pescoço enrijecer. Sean Shelby e os oficiais do UFC me enviaram para uma equipe cuidar de mim por duas horas. Passei a noite comendo, me reidratando, fazendo alongamentos. Acordei cedo com dor de cabeça, náuseas e a única coisa que me fez sentir melhor foi deitar no escuro

“O UFC me deu remédios e eu descansei algumas horas antes de levantar e vomitar. Foi aí que ligamos para o médico do UFC e ele tomou a decisão de me mandar para o hospital. Lamento por todos que estavam empolgados para essa luta. Tentei fazer de tudo para continuar, mas esses problemas estão fora do meu controle.

Drakkar Klose, de 32 anos, é um peso-leve (70 kg) conhecido pelo bom nível na trocação e por ser dono de um estilo de luta agressivo. O americano estreou n UFC em 2017, disputou sete combates pela organização, venceu cinco e perdeu duas vezes. Seu triunfo de maior destaque no esporte foi diante de Bobby Green.

Mais em UFC