Siga-nos

Entrevistas

Raoni Barcelos exalta legado de José Aldo no MMA: “Minha maior inspiração”

Visto por boa parte da comunidade das lutas como o ‘GOAT’ (maior de todos os tempos) do peso-pena (66 kg), José Aldo anunciou recentemente sua aposentadoria do MMA. Além dos feitos e conquistas dentro do cage, o manauara deixa para trás também um legado que serviu de inspiração para outros lutadores, como Raoni Barcelos, ex-parceiro de treinos e admirador declarado do ‘Campeão do Povo’.

Em entrevista exclusiva à reportagem da Ag Fight (clique aqui), Raoni – que encara Trevin Jones neste sábado (1), pelo card do UFC Vegas 61 – exaltou o legado deixado pelo ‘Campeão do Povo’ e fez questão de agradecer o aprendizado que teve no período em que pôde compartilhar os treinos com o manauara no passado. O carioca também destacou a postura respeitadora adotada por Aldo durante a carreira como um diferencial do ex-soberano dos penas (66 kg) no Ultimate sobre os demais.

“O José Aldo sempre foi a minha maior inspiração no mundo da luta. A gente chegou a treinar junto, me ajudou para caramba, aprendi para caramba. E (ele) deixou um legado muito bonito dentro do esporte. Não só para mim, mas acho que para todos os atletas, acho que ele inspira para caramba. Só agradecer, por tudo que ele fez no esporte. Sempre respeitando seus adversários, sempre íntegro, sem falar besteira de ninguém. Foi lá, ganhou, bateu em todo mundo, ficou vários anos sendo campeão. Fez a história dele muito linda. Então, é só agradecer por tudo que ele fez dentro do esporte”, declarou Raoni.

Aos 36 anos, José Aldo anunciou sua aposentadoria do MMA no último domingo (18), após quase duas décadas de carreira como profissional. O manauara deixa o esporte com títulos do WEC e do UFC, além de ser considerado por muitos como o maior peso-pena da história.

Por sua vez, Raoni Barcelos ainda busca alcançar o mesmo sucesso de seu compatriota. O carioca, de 35 anos, iniciou sua trajetória no UFC de forma bastante promissora, com cinco vitórias consecutivas. Porém, em suas duas apresentações mais recentes, o peso-galo foi derrotado de forma seguida, o que interrompeu sua ascensão na organização. Agora, neste sábado, o grappler terá a oportunidade de se recuperar, ao encarar Trevin Jones, no UFC Vegas 61.

Mais em Entrevistas