Siga-nos

Entrevistas

Milionário no PFL, Natan Schulte exalta importância de investimentos: “Carreira é curta”

Nos últimos anos, o PFL tem ganho cada vez mais notoriedade por conta de seu formato de ‘Grand Prix’, que premia o campeão de cada categoria com o valor de 1 milhão de dólares (R$ 5,3 milhões). Vencedor do ‘GP’ dos pesos-leves (70 kg) por dois anos consecutivos, em 2018 e 2019, Natan Schulte exaltou a fórmula de disputa da empresa e destacou que seu retrospecto na liga o ajudou a juntar uma boa quantia e aplicá-la em investimentos.

Em entrevista exclusiva à Ag Fight, o brasileiro destacou que, apesar de ter que se submeter a competir e perder peso por diversas vezes ao longo do ano, o formato de Grand Prix é proveitoso para o atleta que se prepara da melhor maneira possível. Na opinião de Natan, os ‘sacrifícios’, no fim, valem a pena por conta da quantia milionária oferecida ao campeão – pagamento raro até mesmo para as principais estrelas do MMA.

“O formato do PFL, que você tem a chance de você ganhar 1 milhão de dólares. Isso é, para qualquer lutador, falando de MMA, é uma grana muito significativa. O cara consegue trabalhar ele, se for esperto, consegue fazer o dinheiro render.  É uma grana muito boa que você faz em um ano se você se preparar bem. São poucos atletas hoje que recebem um milhão, no UFC ou Bellator, é muito difícil. Então dar esse gás, se preparar, perder peso várias vezes vale a pena. Para quem é campeão vale muito”, opinou o catarinense.

Com a ‘sorte’ e competência de ter alcançado tal façanha em duas oportunidades, Natan revela que conseguiu realizar o famoso ‘pé de meia’ com investimentos realizados com a quantia milionária em mãos. Na opinião do brasileiro, conquistar a tão sonhada independência financeira é crucial para lutadores de MMA, que detém um período curto de carreira, se comparada a outras profissões.

“Graças a Deus (fiz meu dinheiro render). No começo, não tinha tanta ideia do que fazer (com o dinheiro), mas depois acabei investindo meu dinheiro bem. Isso é muito importante, porque a gente não pode se deslumbrar de: ‘Ah, recebi um dinheiro, vou comprar um carrão’. Tem que ter pé no chão. Carreira de atleta é curta, então é importante saber investir para você usufruir e não ter que lutar até quando não quiser mais. Quando quiser parar, quero parar mesmo e curtir a vida”, frisou o atleta da ‘American Top Team’.

Os planos de acumular fortuna de Natan não parecem próximos do fim. Bicampeão do ‘GP’ em 2018 e 2019, o brasileiro destacou que seu foco em 2023 é total no formato, para, além de reaver seu reinado na divisão até 70 kg, também embolsar a quantia milionária pela terceira vez em sua trajetória no PFL.

Mais em Entrevistas