Siga-nos

Entrevistas

Lyoto defende realização de evento ‘UFC vs Bellator’ e revela suas lutas preferidas

Como o UFC e o Bellator são consideradas as principais companhias de MMA, é comum que um eventual ‘crossover’ de organizações faça parte do imaginário dos amantes do esporte. Recentemente, os próprios atletas da empresa dirigida por Scott Coker apoiaram a iniciativa e o brasileiro Patrício ‘Pitbull’ se tornou um dos profissionais mais vocais quanto a realização de um possível embate contra integrantes do Ultimate. Agora, Lyoto Machida também se mostrou a favor do tão aguardado encontro.

Em entrevista exclusiva à reportagem da Ag Fight (veja abaixo ou clique aqui), Lyoto, que já esteve do outro lado da história, apoiou a iniciativa de ‘Pitbull’ e questionou a máxima que indica que os melhores lutadores de MMA se encontram no UFC. De acordo com o ex-campeão dos meio-pesados (93 kg) do Ultimate, um show capaz de colocar frente a frente os grandes nomes das organizações rivais pode representar um divisor de águas no esporte e seria benéfico para todas as partes.

Empolgado com a ideia, o veterano mostrou seu lado ‘matchmaker’ e elegeu duelos imprescindíveis para o hipotético evento. Do lado do Bellator, ‘The Dragon’ escolheu os campeões Cris ‘Cyborg, Douglas Lima e Patrício ‘Pitbull’. Pelo UFC, Lyoto citou Amanda Nunes, Alexander Volkanovski e Conor McGregor como representantes. Inclusive, ‘Pitbull’, constantemente, desafia Volkanovski e ‘Cyborg’ ainda mira a revanche contra Amanda. Se Dana White minimizou o projeto, Scott Coker, por sua vez, já deu sinal positivo para a realização do show.

“Acho sensacional essa ideia, o Patrício tem toda razão. Acho que isso é o futuro do esporte. Por enquanto, tem como segurar um ou outro aqui. Imagine uma situação que dois campeões de diferentes organizações possam se enfrentar. Isso acontece no boxe e no kickboxing. Por que não no MMA? Acho que é uma questão de tempo e não vejo nada de errado. Será uma promoção boa, principalmente, para os lutadores. Eu gostaria de ver o Patrício. Ele é um grande campeão, um cara que você tem que tirar o chapéu”, declarou Lyoto, antes de completar.

“Patrício mostrou isso quando ganhou do Chandler. Gostaria de ver uma luta dele contra o Volkanovski ou lutando na categoria de cima. Gostaria de ver o McGregor contra o Douglas Lima. Seria uma luta dura, os dois têm grande potencial. A ‘Cyborg’ voltando a fazer desafios também, novamente, contra a Amanda. Eu gostaria de ver essa luta. Na primeira, a Amanda foi melhor, mas não quer dizer que é melhor para sempre. Será legal para os fãs e para os lutadores”, escolheu o ex-campeão do UFC.

Em sua carreira, Lyoto transitou pelo peso-médio (84 kg) e meio-pesado e revelou que vai retornar para a categoria mais leve. Dessa forma, ‘The Dragon’ aproveitou o tema e também indicou que se interessa em enfrentar os atletas do UFC. O veterano citou Israel Adesanya como adversário ideal e classificou o embate como diferente, justamente, pela qualidade de ambos na trocação.

“Estou em uma posição que não posso falar muito agora. O Adesanya seria uma luta interessante para mim. Gosto do estilo dele, da maneira como se movimenta. Eu gosto de luta entre strikers. Não que a luta não possa ir para o chão, mas é uma guerra de game, de tempo, de distância o tempo inteiro. Com certeza, gostaria de lutar contra ele”, concluiu.

Aos 42 anos, Lyoto Machida é um dos lutadores mais queridos entre os fãs de MMA. Em sua carreira, o brasileiro ficou conhecido pelo respeito aos adversários e por sua disciplina no esporte. Seus triunfos de maior destaque na modalidade foram diante de BJ Penn, Chael Sonnen, Dan Henderson, Gegard Mousasi, Maurício ‘Shogun’, Randy Couture, Rashad Evans, Rich Franklin, Ryan Bader, Tito Ortiz e Vitor Belfort.

Mais em Entrevistas