Siga-nos

Entrevistas

Jennifer Maia promete versão mais agressiva e madura para revanche no UFC

Integrante do top-5 do peso-mosca (57 kg) do UFC, Jennifer Maia tem a chance de ouro de acertar as contas com uma rival e, de quebra, se aproximar de uma nova disputa pelo título da categoria. Neste sábado (15), a brasileira vai enfrentar Katlyn Chookagian, na edição Vegas 46, e, apesar de buscar ampliar a boa fase na organização, nega que o clima para medir forças com ‘Blonde Fighter’ novamente seja hostil.

No ‘media day’ do UFC Vegas 46, que contou com a presença da reportagem da Ag. Fight (veja acima ou clique aqui), Jennifer garantiu que não fez força alguma para receber a revanche com a rival e explicou que o que possibilitou a marcação de um novo encontro no octógono foi o fato de ambas estarem em posição de destaque no peso-mosca. Vale pontuar que a ex-campeã do Invicta FC é dona da quarta colocação no ranking da categoria, enquanto a americana ocupa o segundo lugar nela. Inclusive, quem vencer pode disputar o título da divisão de novo.

Antes disso, Jennifer tem a possibilidade de empatar a rivalidade com Chookagian. Em 2019, as atletas se enfrentaram e a americana levou a melhor por decisão unânime. Além da derrota, a brasileira apresentou problemas com a balança e revelou que tal episódio atrapalhou seu desempenho no octógono. Agora, mais confiante por ter corrigido o erro e, principalmente, por ter sido uma das poucas lutadoras a dar certo trabalho para Valentina Shevchenko, a curitibana frisa que esse é o momento ideal para cravar, de vez, seu nome na elite da divisão. Tanto que a atleta prometeu ser uma Jennifer bem diferente da primeira luta contra Chokagian.

“Não estou surpresa. Olhando no ranking, sabia que ela poderia ser uma das possíveis adversárias. Não penso que tenho que fazer uma revanche com ela para tentar vencer. Eu queria lutar contra alguém na minha frente no ranking. Na ultima vez, lutei com a Eye e ela estava atrás, agora, queria enfrentar qualquer uma na minha frente para ter uma nova chance de disputar o título. Não vejo muita diferença nela. Acredito que ela tenha o mesmo jogo das últimas vezes que a vi lutando. De lá para cá, amadureci muito. Ter lutado contra a campeã me fez ver que posso ir além, que posso arriscar mais, porque tenho muito jogo que não consegui mostrar”, declarou Jennifer, antes de completar.

“Na primeira luta, eu estava bem apreensiva. Acho que me abalou bastante não ter conseguido bater o peso. Eu não estava solta. Por mais que eu tenha feito uma boa luta contra ela, não estava confiante em mim. Dessa vez, mudei a estratégia para bater o peso, como nas últimas vezes que bati. Agora, estou mais solta para arriscar mais meu jogo e não deixá-la lutar na zona de conforto dela. Estou mais agressiva e sem medo de arriscar. Nas outras, fiz um jogo mais cauteloso para vencer. Dessa vez, conforme foi meu camp, estou pronta para arriscar mais”, concluiu.

Atualmente, Jennifer Maia, de 33 anos, vem embalada pela vitória sobre Jessica Eye, em duelo realizado em julho, e ocupa a quarta posição no ranking do peso-mosca do UFC. Pela companhia, a atleta venceu quatro combates e perdeu três vezes. Além de ser ex-campeã da categoria quando atuava pelo Invicta FC, a brasileira possui triunfos marcantes diante de Alexis Davis, Jéssica Andrade, Jessica Eye, Joanne Calderwood e Roxanne Modafferi (duas vezes).

Mais em Entrevistas