Siga-nos
exclusivo!
Louis Grasse/PxImages

Entrevistas

Deiveson reforça desejo de subir de categoria após quarta luta com Moreno no UFC

Campeão do peso-mosca (57 kg) do UFC, Deiveson Figueiredo tem importante compromisso pela frente, mas já projeta seu futuro em possível novo território. Na edição de número 283, que acontece em janeiro, no Brasil, ‘Daico’ encara Brandon Moreno pela quarta vez seguida, em mais uma disputa de cinturão da categoria, e, se depender do atleta, o duelo deve ser seu último com o rival no MMA e também pode marcar sua despedida da divisão.

Em entrevista exclusiva à reportagem da Ag. Fight, Deiveson revelou que a possibilidade de trocar o peso-mosca do UFC pelo peso-galo (61 kg) sempre existiu e ganhou força por conta de sua batalha contra a balança para alcançar 57 kg. Vale lembrar que, em 2020, o brasileiro falhou na pesagem oficial do duelo válido pelo cinturão vago da categoria e, mesmo vencendo Joseph Benavidez, não se tornou campeão. Depois, o paraense cumpriu seu compromisso pré-luta, mas explicou que costuma sofrer. Como expressa o desejo de subir de divisão com frequência, ‘Daico’ sinaliza que a mudança pode ocorrer após o quarto embate com o rival Moreno, em caso de complicações durante o corte de massa.

“Quero bater o peso, não quero ter dificuldade. Se eu tiver dificuldade, te garanto que pode ser minha última luta no peso para mim. Se tiver dificuldade, vou subir para o peso-galo. Já conversei com meu manager e falei que estava disposto para lutar com 61 kg, mas resolvemos fazer mais uma luta e falei que, se eu tiver dificuldade, vou subir. Se eu bater o peso, vou permanecer. Sem sombra de dúvida, eu seria competitivo. Eu estaria muito mais forte, o punch teria mais força”, declarou o campeão do UFC.

Deiveson Figueiredo, de 34 anos, é um dos grandes lutadores da história do peso-mosca e é bicampeão da categoria no UFC. Na maior organização de MMA do mundo desde 2017, o brasileiro possui 13 lutas, com dez vitórias, duas derrotas e um empate. Seus principais triunfos foram sobre Alex Perez, Alexandre Pantoja, Brandon Moreno, Jarred Brooks, John Moraga, Joseph Benavidez (duas vezes) e Tim Elliott.

Mais em Entrevistas