Siga-nos
Matt Davies/PxImages

UFC

Yair Rodriguez lamenta aposentadoria de Zabit: “É triste não poder terminar algo que começou”

Para a infelicidade de parte da comunidade do MMA, a luta entre os strikers Yair Rodriguez e Zabit Magomedsharipov era uma daquelas fadadas a não acontecer. E, de fato, o combate envolvendo os atletas nunca se materializou no peso-pena (66 kg). Agora, o mexicano se prepara para encarar Brian Ortega no ‘main event’ do UFC Long Island, show que acontece neste sábado (16), em Nova York (EUA), mas não esquece do seu rival de longa data.

Rodríguez lamentou o fato da aguardada luta contra Zabit não ter saído do papel, ainda mais agora, que o russo anunciou sua aposentadoria do MMA. Em mais de uma ocasião, o UFC marcou o duelo entre os rivais, porém lesões e alguns fatores externos também impediram os strikers de se enfrentarem no octógono. Em 2020, a USADA (agência antidoping americana) anunciou que Yair havia sido suspenso por seis meses por não notificar a entidade de seu paradeiro e por ficar indisponível para a realização de testes.

Sendo assim, o atleta só retornou à ação em março de 2021. No mesmo ano, Zabit foi removido do ranking do peso-pena do UFC devido ao período de inatividade. Na sequência, pessoas próximas ao russo relataram que ele estava sofrendo graves problemas de saúde. Na atual temporada, Magomedsharipov decidiu se afastar definitivamente das lutas. De acordo com Yair, é triste que um combate tão aguardado entre dois profissionais de alto nível na trocação tenha ficado pelo caminho e, por isso, o mexicano entende a frustração de parte dos fãs de MMA, mas aproveita para enterrar qualquer animosidade com o antigo rival, já que este não pertence mais ao esporte.

“Isso me entristece um pouco devido ao fato de que houve muita conversa, especialmente da parte dele. Ele disse muitas coisas. É triste não poder terminar algo que começou. Por alguma razão, não se concretizou, mas, de qualquer forma, não tenho nenhum ressentimento em relação a ele. Espero que ele se saia muito bem em tudo o que decidir fazer. Se ele estiver ferido ou doente, espero que se recupere. Desejo o melhor para ele”, declarou o lutador, em entrevista ao site ‘MMA Junkie’.

Aos 29 anos, Yair Rodríguez é um dos grandes nomes do peso-pena do UFC. O mexicano estreou na organização em 2014 e, desde então, acumulou oito vitórias, duas derrotas e um ‘no contest’ (luta sem resultado). Atualmente, ‘El Pantera’ se encontra na terceira posição no ranking da categoria. Seus principais triunfos foram sobre Andre Fili, Alex Caceres, BJ Penn, Chan Sung Jung, Dan Hooker e Jeremy Stephens.

Mais em UFC