Siga-nos
Natassia del Fischer/PxImages

UFC

Veterano dispara contra ‘Borrachinha’ após revelação: “Quão burro você pode ser?”

A recente revelação feita por Paulo ‘Borrachinha’, em seu canal oficial no Youtube, de que teria consumido uma garrafa de vinho, no intuito de vencer a insônia e conseguir dormir, na noite anterior à disputa contra Israel Adesanya, realizada em setembro do ano passado, no UFC 253, e que, este foi um dos motivos para a sua apresentação abaixo do esperado diante do nigeriano, não parece ter sido bem aceita pela comunidade das lutas. Por toda a internet, críticas e deboches marcaram o tom da repercussão da declaração compartilhada pelo peso-médio (84 kg), inclusive por parte de alguns colegas de profissão.

Veterano do UFC, o americano Cub Swanson foi um dos que não poupou ‘Borrachinha’ de críticas. Através de sua conta oficial no ‘Twitter’ (veja abaixo ou clique aqui), o peso-pena (66 kg) questionou a inteligência do brasileiro por ter, em sua visão, se autossabotado antes da luta mais importante de sua carreira, a disputa pelo título peso-médio do Ultimate.

Além de Swanson, outros atletas – como Rory MacDonald, ex-UFC e Bellator e atualmente no PFL, e a ex-campeã do Ultimate Miesha Tate – também se mostraram surpresos com a escolha do vinho na tentativa de ter algumas horas de sono, ao invés do suplemento de melatonina, substância conhecida por auxiliar no combate à insônia e que não traria efeitos colaterais no dia seguinte, como a bebida alcóolica supostamente ingerida pelo lutador mineiro.

“Bem, quão burro você pode ser? Isso soa como autossabotagem para mim”, disparou Cub Swanson.

Até então invicto após 12 combates disputados no MMA profissional, Paulo ‘Borrachinha’ chegou para a disputa contra Israel Adesanya, em setembro do ano passado, com a expectativa de ser o mais duro rival que o campeão já havia enfrentado em sua carreira. No entanto, dentro do octógono, o nigeriano dominou por completo as ações até nocautear o brasileiro no segundo round do confronto.

Após a derrota, o peso-médio mineiro revelou ter tido dificuldades para dormir na noite anterior, mas não quis se aprofundar no tema. Alguns meses depois, ‘Borrachinha’ revelou que sofreu com fortes câimbras nas pernas, o que teria motivado seu desconforto e comprometido sua atuação. Agora, o ex-desafiante ao cinturão decidiu abrir o jogo e revelar que precisou apelar para o vinho como forma de pegar no sono antes do combate contra o nigeriano.

Mais em UFC