Siga-nos
Louis Grasse/PxImages

Notícias

Valentina Shevchenko rechaça subida para o peso-galo do UFC: “Não vai acontecer”

Apesar de ter levantado a possibilidade, antes de sua última defesa de cinturão, de subir para o peso-galo (61 kg) em busca de um novo título do UFC, Valentina Shevchenko, ao que tudo indica, seguirá atuando na divisão dos moscas (57 kg). Pelo menos é o que a própria lutadora do Quirguistão indicou, em recente entrevista ao ‘The MMA Hour’.

Mesmo já tendo competido no peso-galo no passado, Valentina se encontrou, verdadeiramente, ao descer para a categoria até 57 kg, onde se sente melhor fisicamente para lutar. Outra preocupação que a campeã peso-mosca do UFC possui com a possível nova aventura na divisão de cima é com as constantes mudanças que precisaria fazer em seu corpo para atuar nas duas classes de peso, algo que não parece fazer parte de seus planos neste momento.

“Para lutar no 61 (kg) agora, eu teria que construir músculos maiores. Eu tenho que trabalhar para ficar maior e depois teria que trabalhar para ficar menor, para o peso-mosca. Eu realmente não vejo o porquê eu tenho que fazer isso. Me dê motivos, grandes lutas ou o que quer que seja. Mas o que mais? Neste momento, isso não vai acontecer. Eu acho que o peso-mosca é o peso onde eu vou fazer minha próxima defesa de título”, afirmou Valentina.

Valentina Shevchenko iniciou sua trajetória no UFC como atleta do peso-galo e chegou a disputar o cinturão até 61 kg em 2017, mas acabou derrotada pela brasileira Amanda Nunes. Com a criação da divisão dos moscas no Ultimate, a lutadora do Quirguistão mudou de categoria e, em 2018, conquistou o título até 57 kg da organização, com uma vitória sobre Joanna Jedrzejzcyk.

Desde então, ‘Bullet’, como é conhecida, fez sete defesas de título bem-sucedidas contra as principais rivais da divisão e se consolidou como uma das melhores lutadoras do mundo, independentemente do peso, além de ser amplamente considerada como uma das campeãs mais dominantes do UFC na atualidade.

Mais em Notícias