Siga-nos
Louis Grasse/PxImages

UFC

Usman e Rose levam R$ 273 mil por bônus de ‘Performance da Noite’ no UFC 261

Primeiro evento do UFC a receber lotação máxima desde o início da pandemia, a edição 261, realizada no sábado (24), recompensou os 15 mil fãs presentes na ‘VyStar Veterans Memorial Arena’, em Jacksonville, na Flórida (EUA). Com um card repleto de grandes lutas e apresentações individuais, a organização decidiu premiar quatro lutadores especificamente: Kamaru Usman, Rose Namajunas, Jeff Molina e Qileng Aori.

Responsável por liderar o show, Kamaru Usman colocou novamente o cinturão peso-meio-médio (77 kg) em jogo contra Jorge Masvidal e, mais uma vez, saiu vitorioso do encontro com o americano, mantendo seu reinado na divisão. Se no primeiro confronto entre eles, em julho do ano passado, o campeão abusou da luta agarrada na grade para vencer de forma estratégica, na noite de sábado o lutador nigeriano provou a sua superioridade sobre o rival também na luta em pé.

Com um potente direto de direita, Usman levou Masvidal à lona para garantir a vitória e a defesa de título bem-sucedida. Pela apresentação, o campeão levou para casa 50 mil dólares (cerca de R$ 273 mil) de bônus pela ‘Performance da Noite’. Quem também recebeu a mesma quantia como prêmio por seu desempenho no UFC 261 foi a americana Rose Namajunas, que nocauteou a chinesa Zhang Weili e reconquistou o cinturão peso-palha (52 kg) da companhia.

Já Jeff Molina e Qileng Aori foram premiados por produzirem a ‘Luta da Noite’, e também adicionaram 50 mil dólares às suas contas bancárias. Responsáveis pela segunda luta do card preliminar do UFC 261, os pesos-moscas fizeram um movimentado combate, que terminou com o triunfo do colombiano, apelidado de ‘El Jefe’.

Mais em UFC