Siga-nos
Louis Grasse/PxImages

UFC

Robert Whittaker revela porque recusou disputa de cinturão do UFC

A comunidade do MMA foi surpreendida na última sexta-feira (23). Apesar de favorito para disputar o cinturão do peso-médio (84 kg) do UFC, Robert Whittaker foi preterido e viu Dana White, presidente do UFC, anunciar que Marvin Vettori seria o próximo oponente de Israel Adesanya,na edição de número 263, que acontece no dia 12 de junho. No entanto, o australiano também tem “culpa” pela mudança dos rumos da divisão.

Em entrevista à ‘ESPN’ americana, Whittaker esclareceu que não foi passado para trás pelo italiano e confirmou que a organização de MMA mais famosa do mundo, de fato, lhe ofereceu a disputa pelo título. Por sua vez, o ex-campeão da categoria explicou que negou a chance de encarar Adesanya e, inclusive, deu a entender que o nigeriano tentou forçar a realização do combate para se aproveitar de sua atual condição física.

“Me ofereceram Adesanya cerca de uma hora depois da minha luta com Gastelum. Não havia como, fisicamente, fazer isso. Não só tenho de lidar com lesões, como tenho que voar para casa, na Austrália, e depois ficar duas semanas em isolamento obrigatório. Era impossível. Posso ver o que Adesanya tentou fazer. Ele quer que eu aceite a luta estando machucado e em um curto espaço de tempo, mas não havia como estar bem fisicamente”, declarou Whittaker, antes de completar.

Curiosamente, essa foi a segunda vez que a aguardada revanche entre Adesanya e Whittaker não aconteceu. Quando o neozelandês venceu Jared Cannonier, em outubro de 2020, em Abu Dhabi (EAU), Dana decretou que ‘The Reaper’ se esquivou do acerto de contas com o campeão. Imediatamente, o atleta negou. Agora, Whittaker fez questão de ser mais vocal para evitar um mal-entendido e pediu para disputar o cinturão do peso-médio seja contra Adesanya ou Vettori.

“Eu quero essa luta e minha próxima luta será pelo título. Tem que ser. Ele foi realmente inflexível e eu não posso aceitar. Estou feliz por lutar contra o vencedor depois. Não me importo com quem vença. Espero que eles se espanquem muito”, concluiu.

Robert Whittaker, de 29 anos, é ex-campeão do peso-médio e está próximo de lutar pelo título da divisão novamente. Após ser nocauteado por Israel Adesanya, o neozelandês atuou três vezes e se recuperou ao vencer Darren Till, Jared Cannonier e Kelvin Gastelum. Agora, ‘The Reaper’ ocupa o primeiro lugar na tabela de classificação, atrás apenas do nigeriano, dono do cinturão da categoria.

Mais em UFC