Siga-nos
Leandro Bernardes/PxImages

Eventos internacionais

ONE Championship anula derrota de Eddie Alvarez após lutador contestar resultado

Finalmente, Eddie Alvarez possui motivos para sorrir no ‘ONE Championship’. No evento realizado em abril, em Kallang (SIN), o ex-campeão peso-leve (70 kg) do UFC sofreu uma derrota por desqualificação para Iuri Lapicus e tal desfecho gerou revolta em parte da comunidade do MMA. Mas, nesta segunda-feira (26), a organização do show voltou atrás e anunciou que transformará o revés sofrido pelo veterano em ‘No Contest’ (sem vencedor). A informação foi divulgada pela ‘ESPN’ americana.

O ONE Championship revelou que criou uma equipe composta por 15 membros, entre eles árbitros e juízes laterais, para analisar a luta entre Alvarez e Lapicus. Após a minuciosa revisão, os revisores explicaram que a sequência final do duelo foi interpretada de maneira incorreta pelo árbitro, ou seja, o americano não deveria ter recebido o cartão vermelho e sim um aviso para evitar a repetição de possíveis golpes ilegais. Dessa forma, a companhia aceitou o pedido feito pelo veterano e anulou sua derrota por desqualificação.

A polêmica se iniciou logo no primeiro round, após Alvarez quedar Lapicus. Uma vez que ficou por cima do adversário, o americano atacou com uma sequência de socos. Imediatamente, o romeno acusou que os golpes do oponente acertaram sua nuca e, na sequência, o árbitro interrompeu o duelo. Insatisfeito com o resultado, o veterano se mostrou abalado, chorou nos bastidores do evento e, em todo momento, sinalizou que o profissional se precipitou ao aplicar o cartão vermelho.

Agora, Eddie Alvarez encontrou motivação extra para voltar a atuar pelo ONE Championship. O ex-campeão do peso-leve do UFC já volta à ação nesta quarta-feira (28), quando enfrenta Rae Yoon Ok, em Kallang (SIN). O americano foi contratado a peso de ouro pela organização, mas ainda não convenceu, tanto que segue fora do top-5 da categoria.

Mais em Eventos internacionais