Siga-nos
Diego Ribas/PxImages

UFC

Presidente do UFC defende ‘Do Bronx’ após brasileiro recusar luta contra Chandler

Após a estreia vitoriosa de Michael Chandler na organização, o Ultimate tentou negociar uma possível luta entre o americano e o brasileiro Charles ‘Do Bronx’, que aconteceria neste sábado (13), como parte do card do UFC 258, em Las Vegas (EUA). Porém, exigindo uma disputa pelo título dos leves (70 kg), os responsáveis pela carreira do lutador paulista recusaram a oferta e as tratativas entre as partes se encerraram.

Em recente entrevista ao ‘Complex’, Dana White confirmou a proposta feita aos lutadores e defendeu a decisão tomada pela equipe de ‘Do Bronx’. Deixando claro que a recusa do brasileiro não deve ser encarada como se o mesmo estivesse fugindo do rival, o presidente do UFC citou o pouco tempo de antecedência oferecido pela organização como fator determinante para que as negociações fossem frustradas.

“Teve uma oferta para Chandler lutar com Oliveira (Do Bronx)? Sim, mas para ser justo com Oliveira, foi em cima. Nós estávamos apenas checando para ver se esses caras queriam um retorno rápido. Oliveira disse: ‘Eu quero um camp completo’. E não tem nada de errado com isso”, declarou Dana, antes de completar.

“Não quero fazer isso soar como: Oliveira recusou Michael Chander, porque não é verdade. O que Oliveira recusou foi uma luta de última hora. Se nós pudéssemos fazer isso e conseguir isso, queria fazer isso. Se ele quer um camp completo, é absolutamente justo”, concluiu.

Atual terceiro colocado no ranking peso-leve do Ultimate, Charles ‘Do Bronx’ venceu suas últimas oito lutas pela principal organização de MMA do mundo. Desde seu último triunfo, sobre Tony Ferguson, em dezembro de 2020, o brasileiro tem feito campanha para ser agraciado com uma disputa de título em seu próximo compromisso.

Já Michael Chandler chegou como principal contratação do UFC no ano passado, após longa e vitoriosa passagem pelo Bellator, onde se sagrou campeão peso-leve em três oportunidades. Em sua primeira apresentação no octógono mais famoso do planeta, o americano precisou apenas de dois minutos e meio para nocautear Dan Hooker e estrear com o pé direito na liga.

Mais em UFC