Siga-nos
Louis Grasse/PxImages

UFC

Poirier cogita se testar nos meio-médios do UFC no futuro: “Há lutas divertidas lá”

Ao que parece, Dustin Poirier está disposto a percorrer um caminho diferente no UFC. Após nocautear Conor McGregor no primeiro round, na trilogia válida pelo peso-leve (70 kg), realizada em julho, em Las Vegas (EUA), ‘The Diamond’ se consolidou como desafiante número um da categoria, mas, ao invés de desafiar o campeão Charles Oliveira, optou por mirar Nate Diaz. Agora, o americano revelou um novo plano.

Em entrevista à ‘ESPN’ americana, Poirier expressou o interesse de se aventurar nos meio-médios (77 kg) do UFC. De acordo com o lutador, a questão do peso não será problema. Essa não foi a primeira vez que ‘The Diamond’ cogitou a possibilidade de mudar de categoria. Anteriormente, o ex-campeão interino do peso-leve até se ofereceu para enfrentar Diaz e McGregor na divisão de cima.

Vale lembrar que Poirier iniciou sua trajetória no UFC no peso-pena (66 kg), se mudou para o peso-leve e, agora, passou a estudar uma possível entrada nos meio-médios. Inclusive, Colby Covington, top da categoria, revelou que ‘The Diamond’, um de seus desafetos no MMA, é mais pesado do que ele no período fora de luta e até se colocou à disposição para recepcioná-lo na divisão. Disposto a protagonizar grandes combates, o representante da ‘American Top Team’ pode encarar o desafio feito pelo rival com bons olhos.

“Claro que sim. Eles são caras grandes, mas veremos. Eu, definitivamente, posso lutar nos meio-médios. Nos leves, meu metabolismo acelerou. Quando eu estava nos penas, ficava muito mais pesado do que estou agora nas lutas. Meu corpo estava ficando bagunçado. Eu cheguei até 86 kg, quando estava lutando nos penas. Agora, não passo de 82 kg. Esse é o máximo que eu consigo chegar. Mas acho que eu poderia lutar nos meio-médios também. Há algumas lutas divertidas lá”, declarou o lutador.

Dustin Poirier, de 31 anos e ex-campeão interino do peso-leve do UFC, é um dos lutadores mais condecorados na história da categoria. No MMA desde 2009 e no Ultimate dois anos depois, ‘The Diamond’ superou nomes importantes como Anthony Pettis, Conor McGregor (duas vezes), Dan Hooker, Eddie Alvarez, Jim Miller, Justin Gaethje e Max Holloway (duas vezes). Atualmente, o atleta ocupa a primeira posição no ranking da divisão e possui um cartel composto por 28 vitórias, sendo 21 pela via rápida e seis derrotas.

Mais em UFC