Siga-nos
Leandro Bernardes/PxImages

UFC

Moreno menciona brasileiros como potenciais rivais após superar Deiveson no UFC

Brandon Moreno colocou um ponto final na rivalidade com Deiveson Figueiredo no último sábado (21). No ‘co-main event’ do UFC Rio, o mexicano ignorou o fato de atuar em território hostil e se tornou campeão do peso-mosca (57 kg) pela segunda vez na carreira ao vencer o desafeto na quarta luta entre eles. E, após obter o segundo triunfo sobre ‘Daico’, ‘The Assassin Baby’ mostrou ter conhecimento da categoria e já revelou seus próximos alvos.

Se Moreno protagonizou uma rivalidade de alto nível, intensa e pesada com Deiveson, sendo a maior da história dos moscas do UFC, agora, listou outros dois brasileiros como potenciais concorrentes na briga pelo topo da divisão. Ao ser questionado pela reportagem da Ag. Fight sobre quem estava em seu radar como campeão da categoria, o mexicano não titubeou e citou Alexandre Pantoja e Matheus Nicolau. Inclusive, as escolhas de ‘The Assassin Baby’ fazem sentido, pois ‘The Cannibal’ possui três vitórias seguidas, ostenta duas vitórias sobre ele e é o número dois na tabela de classificação do peso, enquanto o mineiro fecha o top-5 dele e é dono de quatro triunfos consecutivos.

“Entendo como está a fila agora. Acho que, com certeza, Pantoja deve ser o próximo a lutar pelo título. Nicolau também está fazendo um excelente trabalho neste momento e tem Kape. Acho que esses três caras são os próximos. No final, não tomo as decisões. Estou pronto para lutar e estarei pronto para o cara que o UFC colocar na frente”, declarou o campeão do UFC na coletiva de imprensa pós-evento.

Brandon Moreno, de 29 anos, é um dos principais lutadores da história do peso-mosca e é campeão da categoria do UFC pela segunda vez. ‘The Assassin Baby’ está em sua segunda passagem pelo UFC e, hoje, é uma espécie de embaixador da companhia no México. Os triunfos mais expressivos do mexicano foram sobre Brandon Royval, Deiveson Figueiredo (duas vezes), Dustin Ortiz, Jussier ‘Formiga’ e Kai Kara-France (duas vezes).

Mais em UFC