Siga-nos
Diego Ribas/PxImages

UFC

Miocic elogia Ngannou, mas afirma que revanche terá o mesmo desfecho da 1ª luta

Pouco mais de três anos depois do primeiro encontro entre eles, Stipe Miocic e Francis Ngannou voltarão a duelar pelo cinturão dos pesos-pesados no próximo dia 27 de março, na luta principal do UFC 260, ainda sem sede definida oficialmente. E apesar do camaronês vir de uma expressiva sequência de quatro vitórias consecutivas, todas por nocaute, o americano – vencedor do duelo inicial – mantém a confiança em um novo triunfo sobre o desafiante.

Ao podcast ‘Oral Sessions’, Miocic ponderou que, apesar de Ngannou ter evoluído como lutador desde o primeiro confronto entre eles, disputado em janeiro de 2018, ele também acrescentou novas armas ao seu repertório. Uma delas, utilizada nas suas duas disputas de título mais recentes, contra Daniel Cormier, parece ser a aposta do campeão para sair vitorioso novamente diante do africano e, consequentemente, manter a cinta da categoria.

“Francis é um cara super duro. Ele tem nocauteado todo mundo de novo e está em uma arrancada, e infelizmente ele vai ter que me enfrentar novamente. Essa é a parte ruim. Ele definitivamente melhorou, mas eu também. Eu sei que estou ficando velho, mas eu fiquei mais sábio e tenho alguns truques novos na manga. Eu aprendi muito nos últimos anos. Vai ter o mesmo desfecho. Eu saindo com meu cinturão na cinturão: e ainda (campeão)”, afirmou Miocic, antes de comentar sobre sua estratégia diante do desafiante.

“Velocidade e timing. Na verdade só velocidade. É tudo sobre velocidade. Velocidade mata, e isso é algo que nós trabalhamos nos dois últimos camps lutando contra DC (Daniel Cormier)”, finalizou o campeão peso-pesado do UFC.

Aos 38 anos, Stipe Miocic soma 20 vitórias, sendo 15 por nocaute, e três derrotas em seu cartel. O americano é o recordista de defesas de cinturão bem-sucedidas consecutivamente na história da divisão dos pesados no UFC.

Por sua vez, Francis Ngannou possui 15 triunfos e três reveses em sua carreira no MMA profissional. O camaronês, número um no ranking dos pesos-pesados do UFC, conquistou todas as suas vitórias no octógono mais famoso do mundo por nocaute ou finalização. Já suas duas derrotas no Ultimate vieram na decisão dos juízes, para Stipe Miocic e Derrick Lewis, respectivamente.

Mais em UFC