Siga-nos
Louis Grasse/PxImages

UFC

Miesha Tate elege Amanda Nunes como melhor da história, mas projeta revanche

Miesha Tate fez um retorno triunfal ao MMA. Sem lutar desde 2016, a americana saiu da aposentadoria e não tomou conhecimento de Marion Reneau, em evento do UFC, realizado em julho, em Las Vegas (EUA). A ex-campeã do peso-galo (61 kg) nocauteou a veterana e, imediatamente, adentrou o top-10 da categoria. Empolgada pela atuação na vitória, ‘Cupcake’ já projeta reencontrar uma velha conhecida no octógono.

Em entrevista ao site ‘Give Me Sport’, Miesha expressou o interesse em enfrentar Amanda Nunes novamente. Apesar de buscar a revanche, a ex-campeã do peso-galo do UFC mostrou respeito e classificou a número um da categoria como a melhor lutadora da história do MMA. Ao mesmo tempo, ‘Cupcake’ garantiu que, ao contrário de parte das atletas que já chega derrotada antes mesmo de encarar a ‘Leoa’, não teme tal status.

A história entre Amanda e Miesha se iniciou em 2016. Na ocasião, a brasileira finalizou a então campeã do peso-galo no primeiro round e iniciou seu reinado na organização. De acordo com ‘Cupcake’, a facilidade que a ‘Leoa’ encontrou anteriormente não será vista na possível revanche. No entanto, para a americana se aproximar do aguardado acerto de contas com sua algoz, terá que superar Ketlen Vieira, em outubro.

“Eu quero ser a melhor novamente. Não tenho a menor dúvida de que posso ser campeã de novo e que posso pegar o cinturão de Amanda ou de quem quer que o tenha. Sempre penso nela, porque ela foi a mulher que roubou de mim e parece imparável. Ela é fenomenal, mas as pessoas se perdem em sua aura de invencibilidade. Tenho todo o respeito do mundo por ela. Para mim, ela é a melhor lutadora da história, mas não é invencível. Ela é humana, assim como eu e você. Ela é vencível e já vimos isso antes”, declarou Miesha, antes de completar.

“A evolução dela foi admirável, mas espere até ver minha evolução. Espere até ver a continuação da minha evolução. Ela não lutou comigo no meu melhor dia. Ela não lutou comigo nem perto do meu melhor. Eu não estava nem perto do meu melhor. Tudo vai se encaixar e acredito de todo coração e alma, que vou me tornar campeã novamente. Acho que lutarei com Holly de novo, mas, no meu mundo perfeito, serei campeã antes de lutar com Holly. Ela lutará comigo pelo cinturão. Isso é o que eu quero”, concluiu.

Miesha Tate, de 34 anos e oitava no ranking do peso-galo do UFC, é um dos pilares da consolidação do MMA feminino e um dos nomes mais populares do esporte. Além dos feitos que conquistou em sua carreira, a americana também ficou conhecida por sua rivalidade com Ronda Rousey. ‘Cupcake’ iniciou sua trajetória na modalidade em 2007 e foi campeã do Strikeforce e do UFC. Seus triunfos de maior destaque foram diante de Holly Holm, Liz Carmouche e Marloes Coenen.

Mais em UFC