Siga-nos
Diego Ribas/PxImages

UFC

Lenda do MMA, José Aldo revela surpresa com indicação ao ‘Hall da Fama’ do UFC

No último sábado (21), no Rio de Janeiro, José Aldo foi imortalizado no MMA, principalmente, no UFC. Durante a realização do show de número 283, a maior organização de artes marciais mistas do mundo anunciou a entrada do brasileiro em seu ‘Hall da Fama’. E, apesar dos feitos que conquistou ao longo de sua longa e vitoriosa carreira, o veterano se mostrou humilde.

Na coletiva de imprensa realizada durante o UFC 283 e que contou com a presença da reportagem da Ag. Fight, Aldo revelou que ficou surpreso com o reconhecimento e com a homenagem feita pela organização. Agora, o antigo rei do peso-pena (66 kg) da companhia finca seu nome na história dela e se junta ao seleto grupo de profissionais composto por BJ Penn, Chuck Liddell, Daniel Cormier, Georges St-Pierre, Khabib Nurmagomedov, Michael Bisping, Randy Couture, Rodrigo ‘Minotauro’, Ronda Rousey, Royce Gracie, Tito Ortiz, entre outros. Vale destacar que o ‘Rei do Rio’ foi o primeiro campeão até 66 kg da empresa e quem mais defendeu o cinturão da categoria (sete vezes).

“Fiquei lisonjeado. Não esperava. Eu não fazia ideia. Fui criado aqui, chamado de ‘Rei do Rio’. Só tenho a agradecer ao UFC e a todos os lutadores que mandaram mensagem para mim. Fico lisonjeado”, declarou o ícone do MMA.

José Aldo, de 36 anos, é um dos principais representantes do Brasil na história dos esportes de combate. O atleta estreou pelo UFC em 2011, foi campeão do peso-pena e disputou o título do peso-galo (61 kg). Em sua carreira, o ‘Rei do Rio’ venceu 31 lutas, perdeu oito vezes e seus principais triunfos foram sobre Chad Mendes (duas vezes), Chan Sung Jung, Cub Swanson, Frankie Edgar (duas vezes), Kenny Florian, Marlon Vera, Mike Brown, Pedro Munhoz, Renato ‘Moicano’, Rob Font e Urijah Faber.

Mais em UFC