Siga-nos
Louis Grasse/PxImages

UFC

Alex Poatan abre as portas para nova luta contra Adesanya no UFC: “Não vou atrapalhar”

Ao que tudo indica, Alex Pereira já tem definido seu próximo adversário no UFC. ‘Poatan’ se tornou campeão do peso-médio (84 kg) ao vencer Israel Adesanya de forma dramática, no quinto e último round da luta realizada em novembro, em Nova York (EUA), e ciente do status do rival no MMA, já se colocou à disposição para enfrentá-lo novamente em uma revanche imediata valendo o cinturão da categoria.

Sincero, ‘Poatan’ jogou a responsabilidade da realização da nova luta no UFC para Adesanya, sinalizando que ela só não aconteceria, caso o inimigo negasse, algo que, dificilmente, deve acontecer. Vale pontuar que o brasileiro enfrentou o rival três vezes nos esportes de combate, e, apesar do equilíbrio dos duelos, levou a melhor em todos, aplicando dois nocautes. Em desvantagem no placar, o nigeriano assegura que sempre vai perseguir o carrasco, pois garante que pode vencê-lo. Sendo assim, como reconheceu que Israel foi um campeão dominante no peso-médio, o paulista não encarou como um problema lidar novamente com ele e até classificou a hipotética revanche como justa.

“Por mim é indiferente. Pode ser Adesanya ou outro adversário, mas, como venho sempre falando, se realmente ele quer isso, ele tem o direito. Talvez isso esteja até no contrato dele, uma revanche imediata por ter sido um campeão dominante. Então, se Adesanya quer isso, não vou fazer nada para atrapalhar o caminho dele. Se Adesanya quer lutar, nós vamos lutar”, declarou o campeão do UFC, em uma sessão de perguntas e respostas com jornalistas e fãs, realizada na última sexta-feira (20) e que contou com a presença da reportagem da Ag. Fight.

Após se destacar no Glory, Alex Pereira, de 35 anos, ampliou seus feitos nos esportes de combate. Agora, o brasileiro é campeão do peso-médio do UFC em sua quarta luta pela companhia. Na empresa desde 2021, o atleta segue invicto nela, com vitórias sobre Andreas Michailidis, Bruno ‘Blindado’, Sean Strickland e Israel Adesanya.

Mais em UFC