Siga-nos
Diego Ribas/PxImages

UFC

Johnny Walker rebate comentários tóxicos após derrota: “Não ligam para a minha saúde”

Depois de ser o receptor de muitos aplausos e elogios por conta de seu início avassalador no UFC, Johnny Walker agora encara o lado oposto da fama. Com quatro derrotas em suas últimas cinco lutas, o meio-pesado (93 kg) brasileiro passou a conviver com as críticas e, até mesmo, o deboche, de parte dos fãs.

Após ser nocauteado por Jamahal Hill no sábado (19), na luta principal do UFC Vegas 48, Johnny veio a público reclamar do ambiente tóxico ao qual tem sido exposto na internet. Em um vídeo publicado em seu canal do ‘Youtube’, o lutador lamentou a falta de empatia demonstrada por uma parte dos fãs do esporte, que aproveita seu momento de baixa para fazer piadas.

“O que está me deixando realmente chateado são as p*** das pessoas não ligarem para a saúde do lutador e o que acontece depois, sabe? Você só se importa com as fotos e as piadas. O que me deixou chateado foram as pessoas me mandando mensagens e comentando as piadas, as pessoas não se importam se o outro está saudável. Tipo, eu treino tão duro, eu sou muito comprometido com a minha carreira, e quando eu luto, eu faço um show para os fãs”, comentou Johnny, antes de continuar.

“Se eu me machucar ou algo assim acontecer, as pessoas só fazem piadas sobre o nocaute. Eles não ligam para a minha saúde, se eu tive dano cerebral, ou se eu estou bem. Eu passei algumas horas no hospital, estou 100% bem. Eu fiz uma tomografia do cérebro e está tudo bem, mas eles não se importam de verdade com o que está acontecendo com a minha saúde. Eles mandam mensagens para a minha noiva e dizem tanta m*** sobre mim. Não é todo mundo, mas eu gostaria de entender por que nós temos pessoas assim”, lamentou o lutador.

Oriundo da versão brasileira do programa ‘Contender Series’, Johnny Walker iniciou sua trajetória no UFC de maneira meteórica, com três vitórias por nocaute consecutivas. Porém, desde então, o meio-pesado viu sua ascensão ser interrompida por uma série de quatro derrotas em cinco lutas, a mais recente delas para Jamahal Hill, no último sábado.

Mais em UFC