Siga-nos
Diego Ribas/PxImages

UFC

Ferguson muda discurso e alega ter “quebrado mentalmente” ‘Do Bronx’ no UFC 256

Tony Ferguson é um indivíduo peculiar. Depois de evitar dar desculpas pela derrota sofrida para Charles ‘Do Bronx’ no último sábado (12), e de ter inclusive reconhecido o mérito do brasileiro, o ex-campeão interino peso-leve (70 kg) do UFC mudou completamente seu discurso.

Em uma recente transmissão ao vivo pelo ‘Instagram’ – captada e divulgada pelo canal do Youtube ‘MMA Crazy’ – Ferguson discordou das análises sobre a luta e rejeitou a ideia de que tenha sido dominado pelo brasileiro no confronto do UFC 256. O americano ainda alegou que teria frustrado psicologicamente ‘Do Bronx’ em virtude da resiliência mostrada por ele ao se defender de uma chave de braço no primeiro round.

“Nós não vamos gastar energia aqui (apontando para o momento de domínio posicional de Charles no chão), e vocês também não deveriam em lutas de jiu-jitsu. Apenas seja paciente e espere pela oportunidade, para ele avançar e ficar tão preguiçoso que no terceiro round ele nem mesmo avançou para a montada mais. O que ele faz é se manter no controle posicional na lateral, de olho em algo completamente diferente, um movimento diferente porque ele foi quebrado mentalmente no primeiro round”, afirmou Tony, antes de completar.

“Eu voltei e meio que assisti o vídeo (da luta), e sem o comentário e como todos estavam tipo: ‘Oh, você foi dominado, isso e aquilo’. Ok, para as pessoas leigas em jiu-jitsu. Avançar posições nos estilos tradicionais das artes marciais, você vai conseguir pontos, vantagens e diferentes tipos de pontos. Mas o julgamento e a contestação no que diz respeito a comissão, eu não sei se está lá. Eu vou ser sincero, eu não”, concluiu.

Após sustentar uma invencibilidade de 12 combates, que durou cerca de sete anos, Tony Ferguson se viu derrotado em seus dois últimos compromissos, pelas mãos de Justin Gaethje e Charles ‘Do Bronx’, ambos em 2020. Reconhecido como um dos melhores lutadores da categoria, indiscutivelmente, o americano também se destaca pela personalidade um tanto quanto excêntrica.

Mais em UFC