Siga-nos
Diego Ribas/PxImages

Notícias

Rival de José Aldo promete combate insano: “Estou disposto a dar a vida para vencer”

A atual temporada do Ultimate está em sua reta final, mas o último evento da organização ainda oferece combates empolgantes e dramáticos para os fãs de MMA. Uma das lutas mais aguardadas do UFC Vegas 17, atração que será realizada neste sábado (19), em Las Vegas (EUA), é o encontro entre José Aldo e Marlon Vera, válido pelo peso-galo (61 kg). Ciente da importância da disputa, o equatoriano não escondeu sua empolgação dias antes do show.

Em entrevista ao site ‘MMA Fighting’, Vera, que vive excelente fase ao vencer seis das últimas sete lutas que disputou, não só analisou o combate contra o ex-campeão do peso-pena (66 kg), como também comemorou estar frente a frente com um atleta de alto nível. Ao mesmo tempo, ‘Chito’, como o lutador é conhecido, prometeu entregar ao veterano um confronto infernal e cravou que é o pior adversário possível para Aldo. O comprometimento de Vera em relação a luta é tanto, que o equatoriano destacou que está disposto a se sacrificar para obter a maior vitória de sua carreira.

“Tive a sensação de que Aldo e (Dominick) Cruz estavam na conversa. (Jimmie) Rivera não, porque todos sabem que ele vai fugir de mim a vida toda. Com Aldo, eles me disseram ‘Há uma boa chance de você lutar contra ele. Você está vindo de uma grande vitória e ele acabou de perder a luta pelo título’. É uma luta que fez sentido. Sei como as coisas funcionam. Esta é uma chance para ele provar que ainda pode vencer atletas promissores e para eu mandá-lo para casa e mostrar que posso ser campeão. Quando descobri que Aldo seria meu adversário, fiquei animado. Posso mostrar minha melhora, subir no ranking e de travar uma luta insana. Amo isso! Me empolga estar nessa posição contra alguém assim. Este é o pior confronto para Aldo e apenas mais um dia no escritório para mim. Estou disposto a machucar esse cara. Não vou recuar e, como dizem os samurais, aceito a morte para obter a vitória. Não estou brincando. Aldo é um grande lutador, durão, enfrentou grandes nomes durante toda carreira e não penso que será outra coisa a não ser uma luta difícil”, declarou Vera.

Na última luta, ‘Chito’ e Sean O’Malley trocaram insultos antes, durante e depois do duelo e se engana quem pensa que o atleta se arrepende. Vera explicou que, apesar do clima pesado, não se importa com a abordagem que seus adversários apresentam contra ele, porque sua única intenção no esporte é fazer o que tanto gosta (no caso, lutar), enriquecer com isso e machucá-los.

“Se você falar m**** para mim, posso jogar o jogo. Se você não falar m**** comigo, não me importo, vou tentar matar você de qualquer maneira. Não estou aqui para fazer amigos e ser legal. Estou aqui para ganhar dinheiro e, um dia, ser campeão. É sempre a mesma coisa para mim e quem estiver na minha frente terá uma longa noite. No final do dia, vou ultrapassar meus limites e vou quebrar esse cara. Vou passar por ele e vou persegui-lo. Assim como em todas as minhas lutas, vou lutar com tudo”

Marlon Vera, de 28 anos, voltou ao caminho das vitórias ao nocautear e, consequentemente, tirar a invencibilidade da promessa Sean O’Malley, em agosto. Antes da polêmica derrota para Song Yadong, o equatoriano venceu cinco lutas, sendo todas pela via rápida. O registro de ‘Chito’ no MMA é de 16 vitórias (sendo 14 pela via rápida), seis derrotas (todas por decisão). e um empate. Atualmente, Vera se encontra na 15ª posição no ranking do peso-galo.

Mais em Notícias