Siga-nos
Natassia del Fischer/PxImages

UFC

Ex-campeão do UFC defende Khabib de críticas sobre seu cartel no MMA; entenda

O nome de Khabib Nurmagomedov segue em alta no MMA. No entanto, dessa vez o tema da discussão não é a possível volta do russo ao esporte e sim a qualidade de seu cartel profissional. O campeão do peso-leve (70 kg) do UFC encerrou a carreira de forma invicta, com 29 vitórias, mas Tony Ferguson, um de seus grandes rivais na modalidade, questionou a legitimidade de seu registro. Ao saber da polêmica, Michael Bisping, ex-número um do peso-médio (84 kg) da organização, se posicionou.

Em seu próprio podcast ‘Believe You Me’, Bisping defendeu Khabib da polêmica criada por Ferguson. O inglês informou que gosta do americano, mas destacou que o ataque feito pelo mesmo não faz sentido. O veterano explicou que a carreira de todo atleta é composta por lutas mais acessíveis em seu início até chegar no nível mais alto, e lembrou que quando o russo alcançou essa posição, ele continuou no caminho das vitórias. Inclusive, o ex-campeão do peso-médio do UFC ilustrou seu pensamento ao citar as vitórias do número um do peso-leve sobre três grandes nomes do esporte.

“Você constrói o lutador até o nível mais alto. Quando comecei no UFC, desculpe, no MMA profissional, o cara com quem lutei não era muito bom. Você constrói seu caminho até o topo e luta contra os melhores quando chega nesse nível. Você não deveria enfrentar bons lutadores antes. Quando chegou ao UFC, Khabib continuou invicto. Adoro Ferguson, mas não há lógica nesse argumento. Ok, ele não lutou contra as melhores antes do UFC, é justo dizer isso, mas quando chegou ao UFC continuou invicto e contra uma competição excelente. Ele venceu Poirier, McGregor, Gaethje. Há tantas pessoas que eu não consigo pensar, ele venceu todas. Então, o que Khabib fez antes do UFC não deveria importar”, declarou Khabib.

Khabib Nurmagomedov, de 32 anos, foi um dos lutadores mais dominantes da história do MMA. O russo iniciou sua carreira em 2008 e a encerrou de forma invicta, somando 29 vitórias. A ‘Águia’, como o atleta é chamado, estreou pelo UFC em 2012 e os triunfos mais importantes do campeão do peso-leve foram diante de Conor McGregor, Justin Gaethje, Dustin Poirier, Rafael dos Anjos, Edson Barboza e Gleison ‘Tibau’. Atualmente, o russo se transformou em homem de negócios e virou presidente do EFC (Eagle Fighting Championship), sua própria organização de MMA.

Mais em UFC