Siga-nos
Reprodução/Youtube

UFC

Dana White enaltece Jiri Prochazka por postura ‘honrada’ após sofrer grave lesão

Na última quarta-feira (23), a notícia sobre a grave lesão no ombro sofrida por Jiri Prochazka abalou a comunidade do MMA. Como consequência do ocorrido e do afastamento do tcheco para o processo de cirurgia e reabilitação, a revanche com Glover Teixeira no UFC 282, programada para acontecer no dia 10 de dezembro, em Las Vegas (EUA), caiu. Mas, em meio ao cenário caótico nos meio-pesados (93 kg), Dana White viu um ponto positivo na postura de ‘Denisa’.

Dana elogiou Prochazka por decidir por vontade própria abdicar do cinturão dos meio-pesados (93 kg) do UFC. Como o tcheco deve ficar afastado para se recuperar da grave lesão sofrida no ombro por um período de seis meses ou até um ano, a organização informou que o atleta tomou tal decisão para não travar a categoria e por respeito aos demais competidores dela. Sendo assim, agora, Jan Blachowicz e Magomed Ankalaev duelam na luta principal do show de número 282, valendo o título vago da divisão. Ciente do posicionamento de ‘Denisa’, o cartola o parabenizou por ter um comportamento raro no MMA, baseado na ética e na honra, o classificando como um verdadeiro lutador.

“Nos encontramos com Prochazka na noite de terça-feira e esse cara é um dos humanos com mais classe de todos os tempos. Ele é um guerreiro e estava muito chateado. Ele mencionou se afastar antes mesmo de chegarmos lá. Ele vai ficar fora por muito tempo e, em algum momento, provavelmente teríamos que tirar o cinturão dele. Mas ele trouxe isso para a gente e disse, por respeito aos outros lutadores, que não queria travar a categoria. Aquele garoto é durão por se comportar assim”, declarou o cartola, em entrevista ao site ‘Yahoo! Sports!’.

Jiri Prochazka, de 30 anos, protagonizou uma ascensão meteórica no UFC. O tcheco estreou pela companhia em 2020, disputou três lutas e se tornou campeão dos meio-pesados em 2022. Pela organização, ‘Denisa’ nocauteou Volkan Oezdemir, Dominick Reyes e finalizou Glover Teixeira em sequência. No Rizin FF, o atleta nocauteou Bruno Cappelozza, CB Dollaway, Karl Albrektsson, Muhammed ‘King Mo’ Lawal e Vadim Nemkov.

Mais em UFC