Siga-nos
Natassia del Fischer/PxImages

UFC

Dana nega pedido de Demian por nova luta: “Ele terminou sua carreira no UFC”

Após finalizar seu contrato com o UFC, ao ser derrotado por Belal Muhammad em junho deste ano, Demian Maia expressou publicamente seu interesse em fazer mais uma luta antes da aposentadoria. Porém, ao que tudo indica, o desejo do veterano, de 43 anos, não será atendido pela organização.

Em entrevista ao ‘UFC Arabia’, Dana White – presidente da entidade – descartou a possibilidade de oferecer um novo contrato para que Demian possa dar continuidade à sua carreira no Ultimate. A postura do dirigente vai de encontro com o discurso adotado por ele logo depois da última luta disputada pelo faixa-preta, quando já indicava que a organização não teria interesse em renovar o contrato do veterano.

“Eu amo Demian. Ele terminou sua carreira no UFC. Ele terminou. Quantos anos tem Demian agora? 42, 43? Em um ponto no início de uma de suas últimas tantas lutas, ele estava ranqueado no top 5, eu acho. Agora ele caiu para 11? É hora de encerrar”, sacramentou Dana White.

Demian construiu grande parte de sua carreira dentro do octógono mais famoso do mundo. Em 14 anos de serviços prestados ao Ultimate, o faixa-preta somou 22 vitórias e 11 derrotas, ficando a um triunfo de empatar o recorde histórico de vitórias pela organização, atualmente sob posse de Donald Cerrone.

O paulista teve duas oportunidades de conquistar um título do UFC, sendo derrotado em ambas. Na primeira tentativa, pelo cinturão dos médios (84 kg), Demian acabou superado pelo compatriota Anderson Silva, em 2010. Já em 2017, o faixa-preta não foi capaz de destronar o então campeão dos meio-médios (77 kg) Tyron Woodley.

Mais em UFC