Siga-nos
Natássia del Fischer

UFC

Cormier exalta carreira “sem erros” de Khabib e afirma: “Maior lutador que já vimos”

No último sábado (24), Khabib Nurmagomedov anunciou sua aposentadoria do MMA após defender com sucesso mais uma vez o cinturão peso-leve (70 kg) do Ultimate, desta vez diante do americano Justin Gaethje, no UFC 254, realizado na ‘Ilha da Luta’, em Abu Dhabi (EAU). Com um irrepreensível cartel de 29 vitórias e nenhuma derrota, construído através de várias atuações dominantes sobre alguns dos melhores lutadores de sua geração, o russo deixa o esporte com as credenciais necessárias para ser incluído nas discussões sobre o maior atleta da modalidade de todos os tempos.

E na opinião de outro grande nome do MMA recém-aposentado, é exatamente esta alcunha que o russo merece. Em participação na transmissão do pós-show do UFC 254, Daniel Cormier, ex-campeão dos meio-pesados e pesos-pesados do UFC e atual comentarista da organização, exaltou a trajetória perfeita de Khabib, tanto dentro como fora dos octógonos, e aproveitou para cutucar seu desafeto, Jon Jones, outro lutador sempre presente nas listas sobre o maior atleta na história da modalidade. Vale lembrar também que ‘DC’ e Nurmagomedov são amigos pessoais e companheiros de equipe na ‘American Kickboxing Academy’.

“É muito diferente o fato que ele se foi (do esporte). Nós pudemos vivenciar, essa não é uma das maiores carreiras na história do MMA, esse é o maior lutador que já vimos. Ele não cometeu erros. As pessoas falam de Jon Jones estar invicto. Bem, ele cometeu um erro. Ele deu uma cotovelada de cima para baixo, certo? Khabib não cometeu erros”, destacou ‘DC’, relembrando a única derrota na carreira de Jon Jones, por desqualificação, após aplicar um golpe ilegal contra Matt Hamill, antes de continuar a elogiar Nurmagomedov.

“Até mesmo em (questão de) domínio, ele nunca fez besteira. Ele chegou a 29-0. Não existe ninguém como ele. Eu acabei de vê-lo nos bastidores e eu disse a ele: ‘Todo mundo está chorando, mas, caras, nós tivemos o campeão mais dominante que o UFC já viu, então chore agora e depois nós vamos celebrar’. Apenas uma carreira fenomenal”, concluiu Cormier, de acordo com a transcrição do site ‘MMA Fighting’.

No sábado, Khabib Nurmagomedov defendeu seu cinturão peso-leve com sucesso pela terceira vez, ao finalizar Justin Gaethje no segundo round da luta principal do UFC 254, realizado na ‘Ilha da Luta’, em Abu Dhabi. Depois da vitória, o russo anunciou sua aposentadoria, pegando de surpresa a comunidade das lutas. Ele deixa o esporte aos 32 anos, invicto após 29 combates disputados.

Mais em UFC