Siga-nos
Louis Grasse/PXImages

UFC

Colby Covington atropela Masvidal e desafia outro ex-parceiro de treinos

A luta principal do UFC 272 protagonizou uma das maiores rivalidades da história do esporte. Frente a frente no octógono, os ex-parceiros de treino Colby Covington e Jorge Masvidal finalmente puderam resolver seus problemas que duravam anos. Inimigos declarados, os meio-médios (77 kg). E ao final dos cinco assaltos previstos, o ex-campeão interino da categoria levou a melhor por pontos.

Polêmico e irreverente, Colby se recuperou da derrota sofrida para o atual campeão Kamaru Usman em novembro passado e anotou seu 17º triunfo no esporte como profissional – seu cartel ainda conta com três revezes.

Sem perder tempo, o vencedor da disputa aproveitou os holofotes para desafiar Dustin Poirier, outro ex-parceiro de treinos na academia American Top Team e que atualmente compete na categoria dos pesos-leves (70 kg). Em sua última apresentação, Poirier foi finalizado por Charles ‘Do Bronx’.

Querido do público, Masvidal perdeu a terceira disputa seguida no octógono e anotou a pior sequência negativa de sua carreira. Aos 37 anos, três a mais do que o oponente, Jorge carrega volumoso currículo com 35 vitórias e 16 derrotas no esporte.

A luta

A primeira movimentação do confronto deixou clara as reais intenções dos dois atletas para o confronto. E nenhuma surpresa foi apresentada. Enquanto Masvidal tentou conectar fortes golpes de encontro, Colby rapidamente clinchou, levou para a grade e derrubou. Uma vez no chão, o perigoso wrestler rapidamente impôs seu domínio físico e controlou as ações. Colby 10 x 9 Masvidal.

Com dificuldades de derrubar no segundo round, Colby precisou trocar golpes em pé durante cinco minutos com o adversário, especialista na área. Isso garantiu emoção de sobra para a etapa, que contou com vantagem de Masvidal – em dois momentos o atleta da American Top Team desequilibrou o rival com seus ataques. Colby 19 x 19 Masvidal.

Conhecido pelo excelente preparo físico, Covington retornou mais inteiro para o terceiro assalto. Sem perder tempo, ele rapidamente botou para baixo e trabalhou com ataques pouco efetivos no ground and pound, estratégia que lhe garantiu o domínio das ações, apesar da falta de contundência. Colby 29 x 28 Masvidal.

Mais inteiro, Colby pressionou desde o início e agrediu mais na luta em pé. Acuado contra as grades, Masvidal parecia sem forças para contra atacar após sofrer forte sequência de cruzados, até que um soco certeiro no queixo derrubou o oponente. No entanto, o atleta não conseguiu dar continuidade e perdeu a chance de liquidar a fatura e tampouco ‘roubou’ a vantagem na parcial. Colby 39 x 37

No quinto e último round, Colby mergulhou nas pernas do ex-parceiro de treinos e o levou para o solo em questão de segundos. Por cima, o americano trabalhou sem parar com seu ground and pound para dominar novamente o rival, que se mostrou incapaz de reverter a desvantagem. Colby 49 x 46 Masvidal.

Acompanhe os resultados do UFC 272:

Colby Covington venceu Jorge Masvidal por decisão unânime;
Rafael dos Anjos venceu Renato ‘Moicano’ por decisão unânime;
Bryce Mitchell venceu Edson Barboza por decisão unânime;
Kevin Holland nocauteou Alex ‘Cowboy’ no 2º round;
Sergey Spivak nocauteou Greg Hardy no 1º round;
Jalin Turner nocauteou Jamie Mullarkey no 2º round;
Marina Rodriguez venceu Yan Xiaonan por decisão dividida;
Nicolae Negumereanu venceu Kennedy Nzechukwu por decisão dividida;
Maryna Moroz finalizou Mariya Agapova no 2º round;
Umar Nurmagomedov finalizou Brian Kelleher no 1º round;
Tagir Ulanbekov venceu Tim Elliott por decisão unânime;
Ľudovít Klein venceu Devonte Smith por decisão dividida;
Dustin Jacoby venceu Michał Oleksiejczuk por decisão unânime.

Mais em UFC