Siga-nos

Notícias

Rafael dos Anjos cogita luta com Conor McGregor após vitória no UFC 272

Sem lutar desde novembro de 2020, Rafael dos Anjos voltou a pisar no octógono neste sábado (5), no co-main event do UFC 272. Após cinco rounds intensos diante do compatriota Renato ‘Moicano’, o ex-campeão dos pesos-leves (70 kg) voltou a sentir o gosto da vitória. E a partir de agora, seus planos parecem maiores do que nunca.

Em conversa com os jornalistas logo após o final do show, RDA afirmou que está disposto, aos 37 anos, de seguir competindo em alto nível em uma das carreiras mais duradouras da história do UFC. Para isso, nada melhor do que manter o índice de motivação o mais alto possível, o que só aconteceria em caso de grandes lutas.

“Acho que uma luta legal e que faria sentido para mim seria o retorno Conor (McGregor). Parece que vai ele vai lutar em julho ou agosto. Seria uma luta legal e que me interessaria. Já lutei com todo mundo em duas divisões, preciso de lutas que me animem a ir para academia e treinar. E esse seria um nome que me daria isso”, narrou, relembrando que, em duas ocasiões, este duelo quase saiu do papel.

Com duas vitórias seguidas na organização, RDA, ex-campeão dos leves e ex-desafiante ao título interino dos meio-médios (77 kg), também deixou claro que seu currículo pode pesar nas próximas negociações. Com 31 combates no octógono mais famoso do mundo das lutas, o atual número seis do ranking prometeu focar também em uma nova corrida rumo ao cinturão.

“A luta pelo cinturão já está marcada (Charles vs Justin). Sendo um ex-campeão, eu acho que esse caminho para mim se encurta muito. O Islam Makhachev e o Beneil Dariush vão lutar… Tudo pode acontecer. Como sempre, me mantenho preparado e a oportunidade que aparecer, vou estar pronto”, finalizou.

Acompanhe os resultados do UFC 272:

Colby Covington venceu Jorge Masvidal por decisão unânime;
Rafael dos Anjos venceu Renato ‘Moicano’ por decisão unânime;
Bryce Mitchell venceu Edson Barboza por decisão unânime;
Kevin Holland nocauteou Alex ‘Cowboy’ no 2º round;
Sergey Spivak nocauteou Greg Hardy no 1º round;
Jalin Turner nocauteou Jamie Mullarkey no 2º round;
Marina Rodriguez venceu Yan Xiaonan por decisão dividida;
Nicolae Negumereanu venceu Kennedy Nzechukwu por decisão dividida;
Maryna Moroz finalizou Mariya Agapova no 2º round;
Umar Nurmagomedov finalizou Brian Kelleher no 1º round;
Tagir Ulanbekov venceu Tim Elliott por decisão unânime;
Ľudovít Klein venceu Devonte Smith por decisão dividida;
Dustin Jacoby venceu Michał Oleksiejczuk por decisão unânime.

Mais em Notícias