Siga-nos
Diego Ribas/PxImages

UFC

Após vencer Israel Adesanya, Jan Blachowicz mira superluta contra Jon Jones

Jan Blachowicz aproveitou o destaque que teve no UFC 259 e mudou de patamar no esporte. No evento realizado no dia 6 de março, em Las Vegas (EUA), o campeão do meio-pesado (93 kg) surpreendeu ao vencer o favorito Israel Adesanya, número um do peso-médio (84 kg), defendeu o título pela primeira vez e passou a ser mais respeitado pela comunidade do MMA. Embalado com o feito, o polonês mirou um velho conhecido.

Em entrevista ao site ‘BJPenn.com’, Blachowicz expressou o interesse em medir forças com Jon Jones e, caso o duelo seja oficializado pelo UFC, já adiantou que o plano é nocautear o ex-rei dos meio-pesados. Vale destacar que a dupla possui certa ligação, já que o polonês se tornou campeão ao conquistar o título vago, justamente, por ‘Bones’. Além disso, quando ainda integrava a divisão, o americano cogitou enfrentar o europeu após o nocaute aplicado em Corey Anderson. O choque entre os rivais não aconteceu, porém Blachowicz cobrou Jones.

“Jones está em algum lugar por aí e acredito que terei a oportunidade de lutar com ele no futuro. Todos gostariam de lutar contra ele. Jones me prometeu essa luta, mas não quero falar sobre ele porque é chato para mim. Se o UFC me mandar o contrato, eu e minha equipe vamos encontrar uma maneira de vencer. Eu tentaria nocautear, mas acho que seria uma luta parecida com a que fiz contra Adesanya”, apostou Blachowicz.

Ao que tudo indica, a agenda de Jan Blachowicz, de 37 anos, vai ficar ocupada. A imprensa especializada especula que o campeão dos meio-pesados coloque o cinturão em jogo pela segunda vez contra Glover Teixeira, em duelo de veteranos. Inclusive, o próprio lutador deu sinal positivo para o combate. E não é só o brasileiro que ameaça o reinado do polonês. Atualmente, a categoria vive um momento de renovação e promessas do MMA já começam a se consolidar no top-15.

Mais em UFC