Siga-nos
Diego Ribas/PxImages

UFC

Após anunciar retorno ao UFC, Nate Diaz provoca Conor McGregor e Dustin Poirier

Sem lutar desde novembro de 2019, Nate Diaz está de volta ao UFC. De acordo com a ‘ESPN’ americana, o bad boy vai enfrentar Leon Edwards pelos meio-médios (77 kg) na edição de número 262, que acontece no dia 15 de maio, em Houston (EUA), porém o bad boy está de olho em dois velhos conhecidos. Mesmo em categorias diferentes, o ex-desafiante do peso-leve (70 kg) provocou Conor McGregor e Dustin Poirier.

Em suas redes sociais (veja abaixo ou clique aqui), Nate ignorou Edwards e focou nos tops do peso-leve. Em uma discussão com McGregor, o bad boy fez questão de lembrar da derrota do rival para Poirier e Khabib Nurmagomedov. O veterano também aproveitou a oportunidade para acusar de ‘The Diamond’ de estar com medo de enfrentá-lo. Essa não foi a primeira vez que o irmão mais novo de Nick Diaz ataca os desafetos.

A história entre o trio é antiga. Nate e McGregor se enfrentaram duas vezes no UFC, em batalhas que viraram clássicos e foram sucesso de venda. Como a rivalidade segue empatada, o americano e o irlandês dão continuidade ao ‘trash talk’. Quanto a Poirier, o bad boy não perdoou ‘The Diamond’ por ter saído da luta devido a uma lesão. O duelo teria acontecido em 2018 e, desde então, Nate persegue o representante da ‘American Top Team’. De volta ao MMA, o veterano pode, enfim, acertar as contas com os rivais no octógono.

“Não se esqueça de que Poirier ferrou com você (McGregor), mas ele está com medo de mim. Vocês dois são duas p****. Eu dei um tapa no Kabob (Khabib) e ele estava com medo de contra-atacar. Ele é seu dono. Então, quem é o verdadeiro rei? Sou eu, vadia. Rei Nate”, escreveu o bad boy em sua conta oficial no ‘Twitter’.

Quando a luta entre Leon Edwards e Nate Diaz foi anunciada nesta quarta-feira (31), pegou parte da comunidade do MMA de surpresa. Inclusive, Dana White sinalizou que o ideal seria o americano atuar no peso-leve em seu retorno ao UFC. O próprio cartola informou que a trilogia entre o bad boy e Conor McGregor segue nos planos da organização e os desafetos já se colocaram à disposição para desempatar a rivalidade.

Mais em UFC