Siga-nos
Louis Grasse/PxImages

UFC

Adesanya se diz “ansioso” por disputa com ‘Poatan’ no UFC após derrotas no kickboxing

Campeão dominante no peso-médio (84 kg), Israel Adesanya está de olho em um possível encontro com um antigo rival. No UFC 276, evento que acontece em julho, em Las Vegas (EUA), o nigeriano vai colocar o título da categoria em jogo pela quinta vez contra o perigoso Jared Cannonier, mas segue atento ao crescimento de Alex Pereira na companhia. Tanto que ‘The Last Stylebender’ já projeta um acerto de contas com o mesmo.

Adesanya e Alex são rivais de longa data. Nos tempos de kickboxing, o nigeriano enfrentou o desafeto duas vezes e acabou derrotado por decisão unânime e por nocaute. No entanto, se engana quem pensa que ‘The Last Stylebender’ teme o lutador. Pelo contrário, ao participar de uma coletiva de imprensa realizada pelo UFC na última segunda-feira (20), o campeão do peso-médio se mostrou aberto a encarar o profissional na sequência e expressou desejo de vingança.

De acordo com Adesanya, suas derrotas para o brasileiro no kickboxing são superestimadas por parte dos fãs e não influenciam em uma possível luta entre eles no UFC. Inclusive, o campeão do peso-médio fez questão de lembrar que o resultado dos encontros não refletiu o que de fato aconteceu no ringue. Disposto a provar que é superior, ‘The Last Stylebender’, invicto na categoria, garante que o rival não vai ter a mesma sorte no MMA

“Isso não é kickboxing, isso é MMA. Estas não são grandes luvas de travesseiro, são armas mortais de quatro onças, que mal posso esperar para atravessar o rosto dele depois de passar por Cannonier. Estou ansioso para qualquer uma dessas lutas. Não gosto dessa narrativa de, ‘É muito rápido para Pereira’. Prochazka acabou de lutar e ganhou o cinturão em sua terceira luta no UFC. Anderson Silva conseguiu na segunda luta. Então tudo bem, ele é novo no MMA. Estou neste jogo há muito tempo e esta geração do ‘TikTok’ tem uma memória de 15 segundos. Tudo o que eles veem é um nocaute, mas eles não assistem a primeira luta ou a segunda luta antes do final”, declarou o campeão do UFC.

No kickboxing, Alex Pereira terminou em vantagem, mas, no MMA, Israel Adesanya passou a ter mais experiência. O nigeriano estreou na organização em 2018, se tornou campeão do peso-médio em 2019, venceu 11 lutas e perdeu uma vez. Seus principais triunfos foram sobre Anderson Silva, Brad Tavares, Derek Brunson, Kelvin Gastelum, Marvin Vettori (duas vezes), Paulo ‘Borrachinha’, Robert Whittaker (duas vezes) e Yoel Romero. Já o brasileiro iniciou sua trajetória pela companhia em 2021 e conseguiu duas vitórias, a principal delas foi diante de Bruno ‘Blindado’.

Mais em UFC