Siga-nos
Louis Grasse/PxImages

UFC

Adesanya classifica luta como ‘filme de terror’ para Alex Poatan e prevê nocaute

Não é segredo que o próximo compromisso de Israel Adesanya é especial para o peso-médio (84 kg) do UFC, para parte dos fãs e, principalmente, para sua carreira. Neste sábado (12), em Nova York (EUA), o campeão da categoria coloca seu título em jogo pela sexta vez contra Alex Pereira e motivação não lhe falta para acertar as contas com seu grande rival nos esportes de combate. Disposto a tirar o zero do placar, o nigeriano promete dar um fim violento ao desafeto.

Inclusive, Adesanya adotou uma postura diferente da que apresentou diante de Jared Cannonier e nas revanches com Marvin Vettori e Robert Whittaker para a luta contra ‘Poatan’ no UFC. Agora, o rei do peso-médio do UFC escancara seu desejo de impressionar e convencer no octógono a cada declaração antes de lidar com o brasileiro. Irritado por estar em desvantagem na rivalidade, com duas derrotas no kickboxing, o nigeriano avisa que vai infernizar a vida do inimigo neste sábado e frisa que só vai parar ao vê-lo nocauteado. E a sede de sangue de Israel para o duelo se justificou, porque Alex foi o único atleta que o venceu duas vezes e que o nocauteou em sua carreira.

“Quero fazer disso um filme de terror. Eu vou manter esse tema. Eu vou fazer disso um filme de terror. Quero ser a primeira pessoa que ele vê quando acordar. Quero ter certeza de que estou bem no campo de visão dele, para que quando ele acordar, esteja olhando para mim e depois para o árbitro, mas quero ser a primeira pessoa que ele vê ao acordar. É assim que eu vejo essa luta”, declarou o campeão do UFC, em entrevista ao site ‘TMZ Sports’.

Israel Adesanya, de 33 anos, é um dos maiores e melhores lutadores de MMA da atualidade. O campeão do peso-médio do UFC estreou pela companhia em 2018 e defendeu o título da categoria cinco vezes. Na divisão, o nigeriano segue invicto. Seus principais triunfos foram sobre Anderson Silva, Brad Tavares, Derek Brunson, Jared Cannonier, Kelvin Gastelum, Marvin Vettori (duas vezes), Paulo ‘Borrachinha’, Robert Whittaker (duas vezes) e Yoel Romero.

Mais em UFC