Siga-nos
Diego Ribas/ PXImages

Ranking

Vitória sobre Ferguson leva Charles ‘Do Bronx’ ao top 3 do ranking peso-leve do UFC

A expressiva vitória de Charles ‘Do Bronx’ sobre Tony Ferguson no último sábado (12), pelo co-main event do UFC 256, em Las Vegas (EUA), fez com que o brasileiro finalmente alcançasse o top 3 da divisão peso-leve (70 kg), amplamente considerada como a categoria mais recheada de talentos da entidade. Além do faixa-preta, outros destaques do último evento numerado do Ultimate no ano também tiveram um crescimento significativo na mais recente atualização do ranking.

Após meses de espera por um oponente do topo da divisão, ‘Do Bronx’ finalmente teve seu pedido atendido pela organização e não desperdiçou sua oportunidade. Com uma atuação dominante sobre o ex-campeão interino dos leves durante os 15 minutos de luta, o faixa-preta conquistou a vitória mais importante de sua carreira até o momento, sua oitava consecutiva.

A confirmação da boa fase garantiu ao atleta da ‘Chute Boxe São Paulo’ a terceira colocação no ranking da categoria na nova atualização, quatro degraus acima de sua última posição, ultrapassando nomes como os ex-campeões Rafael dos Anjos e Conor McGregor, além do próprio Tony Ferguson. Com isso, Charles se aproxima definitivamente de uma disputa de título na divisão.

Quem também se beneficiou pelo desempenho no UFC 256 foi Kevin Holland. O embalado americano, que chegou à sua quinta vitória consecutiva em 2020, surpreendeu a todos ao nocautear o faixa-preta Ronaldo ‘Jacaré’ com devastadores golpes de dentro de sua própria guarda. Com o resultado, o peso-médio (84 kg) subiu cinco posições e agora fecha o top 10 da divisão.

Porém, nenhum atleta ganhou mais posições na atualização dos rankings do Ultimate como Ciryl Gane. O peso-pesado, responsável por nocautear o ex-campeão Júnior ‘Cigano’ na abertura do card principal do UFC 256, subiu sete degraus e agora ocupa a sétima colocação na lista top 15 da categoria.

Protagonista da edição do último sábado, Deiveson Figueiredo travou uma épica batalha contra o desafiante Brandon Moreno, que terminou em empate majoritário nas papeletas dos juízes, o que manteve o cinturão peso-mosca (57 kg) nas mãos do brasileiro. Na nova atualização, o ‘Deus da Guerra’ aparece agora na nona posição no ranking peso-por-peso que engloba todos os atletas do plantel, um degrau acima de sua última colocação.

Mais em Ranking