Siga-nos
Natassia del Fischer/PxImages

Notícias

Usman aponta escassez de candidatos a rival após ‘Durinho’: “Ninguém se destaca”

No próximo dia 13 de fevereiro, Kamaru Usman coloca o cinturão peso-meio-médio (77 kg) em jogo novamente, desta vez contra Gilbert ‘Durinho’, na luta principal do UFC 258, que terá como sede a cidade de Las Vegas (EUA). Caso seja bem-sucedido na defesa de seu título, o nigeriano passará a ter em seu cartel vitórias sobre os quatro primeiros colocados no ranking da categoria, consolidando seu reinado como um dos mais dominantes entre os campeões do Ultimate na atualidade.

Baseado neste cenário, Usman – em entrevista ao site ‘MMA Junkie’ – destacou a escassez de um claro candidato para desafiá-lo na sequência, caso mantenha seu título contra ‘Durinho’. Com isso, mesmo já tendo vitórias sobre Colby Covington, Jorge Masvidal e Leon Edwards – números um, três e quatro do ranking meio-médio, respectivamente -, admitiu que um deles pode garantir o primeiro lugar da fila se conseguirem ter um desempenho expressivo em seus próximos combates. Outro nome citado pelo campeão foi o do sueco Khamzat Chimaev, que conta com enorme ‘hype’, apesar da pouca experiência no octógono do Ultimate.

“Nenhum deles realmente estourou tipo: ‘Esse cara é o próximo para mim’. Então, eles estão meio que naquela gordura e naquele cenário onde eles estão basicamente tentando se tornar o próximo cara na fila. Neste momento, meu foco está no Gilbert Burns. Ele falou que essa é a luta que ele quer. Ele acredita que é esse cara, então todo o meu foco está nele. Neste momento, eu não vejo nada após fazer o meu trabalho contra ele. Mas depois disso, não tem ninguém que realmente se destaca”, analisou Kamaru, antes de continuar.

“Eu sei que (Colby) Covington e (Jorge) Masvidal estão meio que competindo juntos onde alguém vai lá e faz algo espetacular, o cara poderia ser o próximo. Ou (Leon) Edwards e (Khamzat) Chimaev – alguém faça algo espetacular lá, ele pode ser o próximo cara. Claro, eu estou prestando atenção, mas ninguém realmente se destacou como o próximo cara”, concluiu.

Campeão dos meio-médios do UFC desde março de 2019, Kamaru Usman já fez duas defesas de título bem-sucedidas até o momento. A primeira, sobre Colby Covington, nove meses após conquistar o cinturão da categoria. E a mais recente diante de Jorge Masvidal, em julho do ano passado, com um triunfo na decisão unânime dos juízes.

Mais em Notícias