Siga-nos

Notícias

Sem lutar há quase três anos, Nate Diaz deixa ranking do UFC

Chega um momento em que até lutadores muito relevantes para o UFC precisam sair do ranking para dar lugar a quem está em atividade. Nate Diaz, que fez dois combates históricos contra Conor McGregor em 2016, não entrou no octógono desde então e, por isso, foi retirado do top 15 dos leves (70 kg) em sua mais recente atualização.

Diaz chegou a fechar uma luta contra Dustin Poirier para novembro do ano passado, no UFC 230. Mas, cerca de um mês antes, ‘Diamond’ sofreu uma contusão e deixou o card. Nate, por sua vez, já havia ameaçado deixar a luta, quando descobriu que Conor McGregor enfrentaria Khabib Nurmagomedov no UFC 229, que aconteceria no mês anterior ao seu confronto.

Quem entrou no lugar de Nate no ranking dos leves foi Islam Makhachev, que derrotou o estreante Arman Tsarukyan em uma disputadíssima luta no UFC São Petersburgo, que mereceu o prêmio de melhor combate da noite. O daguestani está agora na 15ª posição da listagem.

Além de Islam, outros atletas do card russo movimentaram os top-15 das categorias. Alistair Overeem ultrapassou Alexander Volkov e pulou para a sexta posição entre os pesados. Na mesma divisão, Shamil Abdurakhimov ganhou três postos depois de nocautear Marcin Tybura e agora é o décimo. Já o polonês caiu para 13º.

Roxanne Modafferi, que surpreendeu a favorita Antonina Shevchenko pela categoria feminina peso-mosca (57 kg), entrou no seleto grupo das cinco melhores desafiantes da divisão. Ela ganhou duas posições e agora está atrás de Joanna Jedrzejczyk, Liz Carmouche, Katlyn Chookagian, Jessica Eye e, obviamente, da campeã Valentina Shevchenko – irmã mais nova de sua mais recente adversária. Quem surgiu como novidade no ranking foi Poliana Botelho, que venceu Lauren Mueller no UFC 236. Ela aparece na 15ª colocação, que era de Antonina.

Mais em Notícias