Siga-nos

Notícias

Brasil leva 10 indicações ao ‘Oscar do MMA’; Amanda Nunes concorre em três categorias

Os indicados ao ‘World MMA Awards’ da temporada de 2018 foram divulgados nessa quarta-feira (24) e o Brasil conta com dez indicações ao prêmio apelidado de ‘Oscar do MMA’. E como não poderia deixar de ser, a atleta nacional com maior número de indicações foi Amanda Nunes – que disputa em três categorias distintas: Melhor Lutadora do Ano, Nocaute do Ano e ‘Zebra’ do Ano.

O ano de 2018 em si nem foi tão movimentado para Amanda – a atleta só lutou duas vezes nesse período. No entanto, o que fez a atleta se tornar um dos destaques do prêmio foi o duelo contra a compatriota Cris ‘Cyborg’. Deste duelo vieram duas das três indicações da ‘Leoa’: Nocaute do Ano e Zebra do Ano. Sem contar que a vitória sobre a curitibana contribuiu, mesmo que parcialmente, para a bicampeã do UFC ser indicada também ao prêmio de Melhor Lutadora.

Outro brasileiro com certo prestígio na premiação é Thiago ‘Marreta’. O meio-pesado (93 kg), ao contrário de Amanda Nunes, teve um ano bastante movimentado com direito até a mudança de categoria. Apenas em 2018 o lutador realizou cinco combates que o alçaram a um novo patamar na organização. E não à toa, o carioca concorre ao prêmio de Revelação do Ano.

Além desta categoria, Thiago também concorre ao prêmio de Melhor Luta do Ano pelo duelo que travou contra Jimi Manuwa no UFC 231, em dezembro passado. O confronto – que terminou com vitória de Marreta por nocaute – colocou o brasileiro de vez no ‘bolo’ dos melhores atletas da divisão até 93 kg.

Além destas, representantes brasileiros ainda brigam pela disputa em mais cinco indicações: Jessica ‘Bate Estaca’ concorre ao posto de Melhor Lutadora. Douglas Lima, pelo confronto contra Rory MacDonald, concorre ao prêmio de Melhor Luta do Ano. Lyoto Machida foi indicado ao prêmio de Melhor Nocaute do Ano, devido à sua vitória contra Vitor Belfort.

Já na categoria Superação, Claudio ‘Hannibal’ é o único representante brasileiro. O atleta foi indicado por superar uma sequência de lesões e retornar aos octógonos após quatro anos parado. E, para finalizar, um representante nacional que é favorita ao prêmio. Atual bicampeã, Jhenny Andrade concorre novamente na categoria Melhor ‘Ring Girl’ do Ano. Os vencedores da premiação serão anunciados em julho, em um evento na cidade de Las Vegas (EUA).

 

Mais em Notícias