Siga-nos
Rigel Salazar/PxImages

Notícias

Parceiro de treino ‘aposta a alma’ na vitória de Conor em caso de revanche com Khabib

Não raramente, os esportes de combate apresentam ao público atletas que se tornam conhecidos mais por suas declarações do que por suas atuações nos ringues – e Dillon Danis pode ser incluído nesse grupo. O lutador do Bellator, que se envolveu em uma polêmica com o youtuber Jake Paul nos últimos dias, voltou a chamar a atenção ao relembrar o polêmico UFC 229, evento realizado em 2018, e analisar uma possível revanche entre seu parceiro de treinos Conor McGregor e Khabib Nurmagomedov.

Ao participar de um bate-papo com o grupo ‘Nelk Boys’ na plataforma ‘Twitch’, Danis surpreendeu e se posicionou contra um novo embate equilibrado, caso McGregor e Khabib lutem novamente. O atleta afirmou que o irlandês levaria a melhor sobre o rival e garantiu que o encontro seria desigual. O representante do Bellator também mencionou que se Conor estiver bem treinado, da forma como se apresentou diante de Donald Cerrone na atual temporada, o russo não tem chance de pará-lo e apostou em um nocaute.

“Acredito na vitória de McGregor. A questão é que eu não acho que seria difícil, realmente não acho. Se a mentalidade de Conor for igual a de agora, não será nem perto. Acredite em mim, eu sei o que Conor pode fazer em termos de habilidade. Isso não seria uma luta equilibrada. Khabib é um lutador unidimensional e Conor o nocauteia dentro de cinco rounds. Olha a última luta dele e como ele foi bem. Aquela foi a luta de Conor. Com a mentalidade certa e o camp certo, não será equilibrado. Eu apostaria minha alma e tudo o que possuo que Conor venceria Khabib na segunda luta”, finalizou Danis.

Khabib Nurmagomedov e Conor McGregor se enfrentaram em 2018 e, na ocasião, o russo defendeu o cinturão do peso-leve (70 kg) da companhia ao finalizar o rival no quarto round. Após o desfecho, o irlandês revelou que não levou os treinos e a luta com a seriedade que deveria. Atualmente, Khabib se encontra aposentado e McGregor vai enfrentar Dustin Poirier em duelo válido pelo UFC 257, no dia 23 de janeiro.

Mais em Notícias