Siga-nos
Leandro Bernardes/PxImages

Notícias

McGregor revela prazo para volta ao programa antidoping da USADA e ao UFC

Principal estrela do MMA mundial, Conor McGregor está afastado dos octógonos desde julho do ano passado, quando sofreu uma grave lesão na sua perna, na derrota para Dustin Poirier no UFC 264. Mas, ao que parece, o retorno de ‘Notorious’ pode estar mais próximo de acontecer. Através de suas redes sociais (veja abaixo ou clique aqui), o irlandês revelou que deve voltar a ser testado pela USADA (agência antidoping americana) no início de 2023 e, consequentemente, estará livre para agendar uma nova luta pouco depois.

McGregor, que chamou a atenção da comunidade do MMA por sua transformação física nos últimos tempos, esteve ausente do programa antidoping do UFC, coordenado pela USADA, neste ano, levantando suspeitas sobre o possível uso de esteroides anabolizantes por parte do europeu. Para voltar a lutar no Ultimate, o ex-campeão terá que se colocar novamente à disposição do órgão responsável pelos testes antidoping e cumprir uma espécie de ‘período de carência’ de seis meses, a fim de ser liberado para competir novamente no octógono mais famoso do mundo.

“Eu estou liberado para ser testado em fevereiro. Vou completar meus dois testes pela USADA e nós vamos marcar uma luta”, atualizou McGregor.

Ex-campeão peso-pena (66 kg) e peso-leve (70 kg) do UFC, Conor McGregor é a principal estrela da companhia em termos de popularidade e apelo comercial. O irlandês, no entanto, não vive boa fase no que diz respeito aos resultados esportivos. Em suas últimas quatro lutas, ‘Notorious’ venceu apenas uma, contra Donald ‘Cowboy’ Cerrone, em janeiro de 2020, e foi derrotado por Khabib Nurmagomedov e Dustin Poirier (2 vezes).

Mais em Notícias