Siga-nos
Reprodução/Instagram

Notícias

Lutador de MMA nocauteia homem em bar e alega legítima defesa; veja

Se Michael Bisping conseguiu ter autocontrole e maturidade para não revidar uma agressão de um estranho nas ruas de Nova Orleans (EUA), no último final de semana, o mesmo não pode ser dito do também lutador Joe Schilling. O experiente kickboxer – que também possui experiência no MMA e no boxe – se envolveu em uma confusão em um bar e acabou nocauteando um homem.

O imbróglio foi gravado por uma terceira pessoa presente no local e compartilhado na internet (veja abaixo ou clique aqui). Não há informações até o momento sobre a data ou o local em que o violento incidente aconteceu, tampouco se a polícia foi chamada para intermediar a situação ou se o homem agredido por Schilling sofreu alguma lesão significativa.

O que se sabe, de fato, é que Schilling realmente era o homem do vídeo. Através de sua conta oficial no ‘Instagram’ (veja abaixo ou clique aqui), o lutador assumiu a autoria da agressão, mas alegou ter agido em legítima defesa, afirmando que a situação colocava sua vida sob risco.

“Auto defesa aparentemente não é mais o que esse país prega. Não esquenta, eu tenho o vídeo. Amo vocês. Obrigado pela preocupação e pelo apoio durante a minha experiência de ameaça à minha vida. Grande salve para The Yard Muay Thai por me preparar para essa situação de risco de vida”, escreveu Schilling.

A filmagem do incidente, no entanto, mostra uma situação bastante diferente da descrita pelo lutador. Nas imagens é possível ver que um homem, de roupa social e gravata, bloqueia a passagem de Schilling no corredor do bar. O atleta, então, o empurra pelas costas para abrir passagem e seguir seu caminho.

Neste momento, o homem parece proferir algumas palavras ao lutador, que dá meia volta e, em questão de segundos, lança uma combinação de socos direcionados ao rosto do indivíduo que cai nocauteado no chão, sendo posteriormente amparado por outros populares presentes no estabelecimento.

Aos 37 anos, Joe Schilling possui no kickboxing, assim como no MMA profissional. Sua última atuação nos esportes de combate aconteceu justamente na modalidade de artes marciais mistas, em outubro de 2019, quando foi derrotado por Tony Johnson, no Bellator 229. Ao todo, o veterano soma quatro vitórias e seis derrotas no MMA. Já no kickboxing, Schilling possui um cartel de 23 triunfos e nove reveses.

Mais em Notícias