Siga-nos
Rigel Salazar/PxImages

Notícias

Ex-lutador do UFC, Mark Hunt é derrotado em retorno ao boxe profissional

A vida dos veteranos nos esportes de combate não está nada fácil. Se no MMA, em geral, os atletas com idade avançada começam a ser descartados pelas organizações, ao tentarem a sorte no boxe, o resultado de suas lutas não são muito diferentes. Mark Hunt voltou a se aventurar na modalidade e acabou castigado no ringue por Paul Gallen, a quem tentou agredir na pesagem.

Se o veterano com passagens pelo UFC e Pride atacou antes da luta, no duelo de boxe realizado nesta quarta-feira (16), em Sydney (Austrália), foi o ex-jogador de rúgbi que saiu com a vitória. Após seis rounds de um combate movimentado, na medida do possível, e que contou com a presença do público, Gallen superou o rival por decisão unânime. No entanto, apesar do revés, Hunt mostrou ‘fairplay’ ao parabenizar seu algoz através de suas redes sociais (veja abaixo ou clique aqui) e comemorou seu retorno ao mundo das lutas.

Mark Hunt, de 46 anos, não atuava desde 2018, quando ainda integrava o UFC. No MMA, o neozelandês disputou 29 lutas e possui 13 vitórias, 14 derrotas, um empate e um ‘no-contest’. No boxe, seu registro é de duas derrotas e um empate.

“Parabéns para Paul Gallen pela vitória bem merecida. Você tem meu respeito. O lutador de meio período me deu uma surra, mas me diverti muito esta noite por voltar ao ringue. Quero agradecer a minha equipe e a todos que ajudaram a ‘Juggernaut Mark Hunt’ nessa noite e a todos que nos apoiaram de casa ou de longe. Estamos ajudando a elevar o boxe australiano para o mundo. Obrigado a todos”, escreveu Hunt.

Mais em Notícias